GP2 Series: Jolyon Palmer vence em Mônaco

O britânico Jolyon Palmer (DAMS) venceu nesta sexta-feira (23/05), em Monte Carlo, Mônaco, a prova de abertura da terceira etapa da temporada. O neozelandês Mitch Evans (Russian Time) e o brasileiro Felipe Nasr (Carlin) completaram o pódio.

Pole-position, Palmer foi superado por Evans na curva 1. Antes do final da volta inicial, o argentino Facu Regalia (Hilmer Motorsport) ficou com o seu carro parado na pista, no porto, com o Safety-Car sendo acionado. Evans manteve a ponta na relargada, contudo na Ste Devote Palmer retomou a liderança. Pouco depois, o monegasco Stéphane Richelmi (DAMS) também passou Evans.

Na 12ª volta, os dois carros da Arden International, do austríaco Rene Binder e do brasileiro André Negrão, colidiram na curva Mirabeau. O brasileiro rodou e parou na pista. Sem ter como evitar, o russo Artem Markelov (Russian Time) acertou Negrão, com a pista sendo bloqueada. A bandeira vermelha, de paralisação, foi agitada.

Os carros foram para o grid, sendo alinhados de acordo com a ordem na pista. A relargada foi dada sob Safety-Car.

Com a bandeira verde agitada, Palmer, com uma sequencia de voltas rápidas, abriu nove segundos de vantagem sobre Evans. O Safety-Car foi novamente acionado, após o colombiano Julian Leal (Carlin) acertar o muro, em uma disputa pela oitava posição com o italiano Raffaele Marciello (Racing Engineering). Os lideres então foram para os boxes, para o pit stop obrigatório. O belga Stoffel Vandoorne (ART Grand Prix) assumiu a ponta.

Palmer retornou a pista em terceiro, atrás de Vandoorme, do suíço Simon Trummer (Rapax), ambos sem ainda entrarem nos boxes. Evans era o quarto, seguido pelo brasileiro Felipe Nasr (Carlin), que parou nos boxes na 7ª volta, o espanhol Sergio Canamasas (Trident) e o monegasco Stefano Coletti (Racing Engineering).

Após a relargada, Coletti começou uma sucessão de ultrapassagens, em cima de Canamasas, Nasr e Evans. Contudo ao tentar superar Trummer, o piloto local e o suíço colidiram, com ambos abandonando a prova na 31ª volta.

Vandoorme foi para os boxes, com Palmer reassumindo a liderança, seguido por Evans e Nasr (que havia largada em 18).

Palmr venceu com apenas 0s4 de vantagem sobre Evans. Nasr, o terceiro, chegou apenas s6 atrás.

O venezuelano Johnny Cecotto Jr. (Trident) foi o quarto, seguido pelo parceiro de equipe Camanasas. O francês Arthur Pic (Campos Racing), o indonésio Rio Haryanto (EQ8 Caterham Racing), Richelmi, o britânico Adrian Quaife-Hobbs (Rapax) e o cipriota Tio Ellinas (MP Motorsport) completaram a zona de pontos. Com o grid invertido dos oito primeiros, Richelmi alinha na pole para a segunda prova.

Final:

1. #7 Jolyon Palmer DAMS 40 voltas em 1:38:31.193s
2. #1 Mitch Evans Russian Time + 0.427s
3. #3 Felipe Nasr Carlin + 0.653s
4. #23 Johnny Cecotto Jr. Trident + 2.175s
5. #22 Sergio Canamasas Trident + 2.884s
6. #26 Arthur Pic Campos Racing + 6.187s
7. #18 Rio Haryanto EQ8 Caterham Racing + 8.718s
8. #8 Stéphane Richelmi DAMS + 9.594s
9. #14 Adrian Quaife-Hobbs Rapax + 9.785s
10. #21 Tio Ellinas MP Motorsport + 10.187s
11. #20 Daniel De Jong MP Motorsport + 10.689s
12. #5 Raffaele Marciello Racing Engineering + 11.727s
13. #25 Conor Daly Venezuela GP Lazarus + 12.291s
14. #10 Stoffel Vandoorne ART Grand Prix + 12.705s
15. #27 Kimiya Sato Campos Racing + 26.761s
16. #19 Alexander Rossi EQ8 Caterham Racing + 29.166s
17. #24 Nathanaël Berthon Venezuela GP Lazarus + 56.107s

Abandonos:
#16 Rene Binder Arden International 35
#2 Artem Markelov Russian Time 35
#9 Takuya Izawa ART Grand Prix 31
#15 Simon Trummer Rapax 31
#6 Stefano Coletti Racing Engineering 31
#4 Julian Leal Carlin 24
#17 André Negrão Arden International 11
#11 Daniel Abt Hilmer Motorsport 9
#12 Facu Regalia Hilmer Motorsport 0

Volta ams rápida:
#7 Jolyon Palmer DAMS 1:23.008 (90.007mph) na volta 19

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *