GP2 Series: Kamui Kobayashi vence a segunda prova em Barcelona

O japonês Kamui Kobayashi, da Dams, venceu no domingo ( 27/04), a segunda prova da rodada dupla em Barcelona, na Itália, etapa de abertura da temporada. O suíço Sebastien Buemi, da Arden, ficou em segundo, com o italiano Giorgio Pantano, da Racing Engineering, fechando o pódio.

O japonês Kamui Kobayashi, da Dams, venceu no domingo (27/04), a segunda prova da rodada dupla em Barcelona, na Itália, etapa de abertura da temporada. O suíço Sebastien Buémi, da Arden, ficou em segundo, com o italiano Giorgio Pantano, da Racing Engineering, fechando o pódio.


O francês Romain Grosjean, da ART, foi o nome da corrida, e levaria a taça de primeiro, se não fosse punido por jogar Kobayashi para cima da zebra, na disputa pela ponta, no final da prova.


Na largada Kobayashi, saindo na pole, manteve a ponta, com Grosjean fazendo um grande partida, e de quarto pulando para a segunda posição, deixando Buémi em 3º. Pouco depois o campeão da GP2 Asiática assumiu a primeira posição, ao passar Kobayhashi, com facilidade, na curva 1.


Grosjean foi abrindo vantagem e caminhava fácil para a vitória quando o italiano Giacomo Ricci, da DPR, que rodou e bateu na chicane, na 18º volta. O safety-car anulou a vantagem de sete segundos de Grosjean.


Antes da prova recomeçar o francês cometeu um pequeno erro, com Kobayashi se aproximando. Na relargada Grosjean ficou do lado de dentro com Kobayashi indo por fora. Tentando defender a liderança o francês levou o carro para a esquerda, jogando o japonês para a zebra.


Grosjean acabou levando uma punição dos comissários de pista, cumprindo o drive-through, a duas voltas do fim, e voltando a pista na 13º posição.


Kobayashi venceu pela primeira vez com 1s176 de vantagem sobre Buémi. Pantano, veterano da categoria, ficou em 3º.


Bruno Senna, da iSport, foi o melhor brasileiro, em 4º lugar. Ele divide a liderança do campeonato com o português Álvaro Parente, da Super Nova, vencedor da prova de sábado e 7º neste domingo. Ambos têm 11 pontos.


Os outros brasileiros na prova, Alberto Valério, da Durango, abandonou na 14º volta e Diego Nunes, da DPR, terminou em 16º.


O norueguês Christian Bakkerud, da Super Nova, não disputou a prova, devido às dores que sentia, após o acidente na prova de sábado.


A próxima rodada dupla acontece nos dias 10 e 11 de maio, em Istambul, na Turquia.


Final:


1 – Kamui Kobayashi – Dams – 26 voltas em 40’27″229
2 – Sebastien Buemi – Arden – 1″176
3 – Giorgio Pantano – Racing Engineering – 1″962
4 – Bruno Senna – iSport – 2″808
5 – Davide Valsecchi – Durango – 3″501
6 – Javier Villa – Racing Engineering – 8″480
7 – Alvaro Parente – Super Nova – 8″573
8 – Mike Conway – Trident – 9″593
9 – Ben Hanley – Campos – 11″469
10 – Yelmer Buurman – Arden – 16″974
11 – Adrian Valles – FMSI – 22″871
12 – Milos Pavlovic – BCN – 23″360
13 – Romain Grosjean – ART – 23″558
14 – Ho Pin Tung – Trident – 25″486
15 – Jerome D’Ambrosio – Dams – 47″929
16 – Diego Nunes – DPR – 1 volta


Volta mais rápida: Romain Grosjean 1’29″204


Abandono:


Luca Filippi – 3 voltas
Paolo Nocera – 12 voltas
Roldan Rodriguez – 13 voltas
Alberto Valerio – 14 voltas
Vitaly Petrov – 15 voltas
Giacomo Ricci – 18 voltas
Karun Chandhok – 18 voltas
Andreas Zuber – 22 voltas
Pastor Maldonado – 22 voltas


Campeonato:


1.Parente, Senna 11;
3.Pantano 9;
4.Kobayashi 8;
5.Buemi 7;
6.Zuber 6;
7.Grosjean 4;
8.Petrov 3;
9.Valsecchi, Maldonado 2;
11.Villa 1.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *