GP2 Series: Lucas Di Grassi vence em Valência

O brasileiro Lucas Di Grassi, da Campos, venceu neste domingo (24/08), a 16º prova da temporada, em Valência, na Espanha, válida pelo encerramento da 8º etapa da temporada. Foi a segunda vitória do piloto no ano. O belga Jerome D’Ambrosio, da Dams, foi o 2º, com o italiano Giorgio Pantano, da Racing Engineering, fechando o pódio.

Na largada Filippi, na pole-position, manteve a ponta, seguido pelo francês Romain Grosjean, da ART e Di Grassi. Na 4º o suíço Sébastien Buémi, da Arden e o espanhol Adrian Valles, da BCN, bateram e deixaram à prova. 


Grosjean partiu para cima de Filippi, com o espanhol Andy Soucek, da Super Nova, ficando lento na pista na 6º volta. Ele chegou aos boxes, abandonando. Na mesma volta o brasileiro Bruno Senna, da iSport, bateu no muro, após perder o controle do carro. Senna abandonou, saindo de Valência sem pontos.


Na 11º volta, depois de muita pressão, Grosjean passou Filippi, com o italiano tentando retomar a posição e acertando o francês, que ficou na barreira de pneus. No enrosco dos lideres Di Grassi se deu bem, assumindo a liderança.


Na volta seguinte o estoniano Marko Asmer, da FMSI, rodou, ficando parado na pista. O safety-car foi acionado. Na 15º volta a prova recomeçou. Di Grassi era líder, seguido por Filippi, D’Ambrosio e Pantano. Fazendo uma grande prova, o brasileiro Diego Nunes, da DPR vinha em 5º.


Lutando por posições intermediarias, o russo Vitaly Petrov, da Campos, vencedor da prova de sábado, passou o espanhol Javier Villa, da Racing Engineering, com o indiano Karun Chandhok, da iSport, tentando se aproveitar da disputa dos dois, e ganhar as posições. Chandhok acabou batendo em Petrov, indo para os boxes, abandonando. O russo tentou continuar, abandonando nos boxes na 21º volta.


Di Grassi venceu com 4s213 de vantagem para Filippi. D’Ambrosio foi 3º. Pantano terminou em 4º, ampliando a sua vantagem no campeonato. Nunes, na 5º posição, marcou os seus primeiros pontos na categoria. Villa foi 6º.


Os brasileiros Carlos Iaconelli, da BCN e Alberto Valério, da Durango, terminaram em 12º e 13º, respectivamente.


Depois da prova foi anunciado que Filippi e Chandhok foram punidos pela direção de prova. O italiano foi punido com o acréscimo de 25 segundos em seu tempo final, perdendo a segunda posição. Por causa da batida em Petrov, Chandhok irá perder dez posições no grid da prova de sábado.


Com as punições D’Ambrosio passou para o 2º lugar, com Pantano em 3º. Nunes o 4º, seguido por Villa e o japonês Kamui Kobayashi, da Dams.


Pantano tem 71 pontos no campeonato. Senna é o vice-líder com 58 pontos. Di Grassi entrou de vez na luta pela taça, com 51.


A próxima rodada dupla acontece na Bélgica, em Spa-Francorchamps, nos dias 06 e 07 de setembro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *