GP2 Series: Lucas é o melhor brasileiro na Alemanha

Já ocupando a 4ª posição na tabela, Di Grassi larga da 3ª fila ao lado de Bruno Senna

Lucas Di Grassi (Eurobike) é o melhor brasileiro no grid de largada para a 11ª etapa da Fórmula GP2, que será disputada neste sábado na Alemanha a partir das 11 horas com transmissão ao vivo pela ESPN2. Di Grassi, que retornou à categoria nos eventos da França e Inglaterra e já ocupa a quarta colocação na tabela de pontos, obteve o quinto lugar na formação de largada, logo à frente de Bruno Senna (equipe iSport International). A pole position foi registrada pelo líder do Campeonato, o italiano Giorgio Pantano, da Racing Engineering.


A tomada de tempos abriu com céu azul e todos os pilotos na pista para aproveitar a temperatura ideal. “Mas a dificuldade era encontrar uma oportunidade já que havia muitos carros andando e o tráfego era um problema para quem tentava uma volta rápida”, comentou Lucas Di Grassi, que defende a equipe espanhola Barwa Campos Grand Prix. “Era muito difícil encaixar uma volta ótima. Mas acho que consegui um bom resultado”, completa o piloto patrocinado no Brasil pela Eurobike, rede de lojas de veículos de alto padrão. Pantano conseguiu uma boa oportunidade ao estender sua permanência na pista uma volta a mais do que os rivais, e acabou encontrando o traçado livre na maior parte de sua melhor volta. O italiano, no entanto, rodou na volta seguinte e retornou ao box para trocar os pneus.


Asfalto mais frio – Faltando 15 minutos para o fim da sessão, algumas nuvens se posicionaram sobre o circuito de Hockenheim e fizeram a temperatura da pista cair. “Aí, adeus pole”, conta Lucas. “Os pneus não trabalharam mais como antes e ninguém conseguiu repetir as marcas da primeira parte do treino. Ainda bem que eu aproveitei aquele momento de temperatura ideal”, completa o piloto da Eurobike.


Lucas Di Grassi voltou à GP2 em 2008 depois de quase um ano sem disputar corridas. Em apenas dois finais de semana (nas rodadas da França e Inglaterra), o brasileiro da Eurobike já colecionou pontos suficientes para assumir a quarta colocação na Fórmula GP2. Somando três segundos e um quarto lugares Lucas tem 24 pontos e já supera o francês Romain Grosjean, que o substitui na equipe ART Grand Prix, defendida pelo brasileiro no ano passado, quando Di Grassi foi vice-campeão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *