GP2 Series: Nelsinho Piquet confiante para a segunda metade do campeonato

Depois de um longo mês sem corridas, enquanto a Fórmula 1 realizava provas fora da Europa, pilotos e equipes da Fórmula GP2 estão ansiosos para a disputa da 12ª e da 13ª etapas, neste final de semana (dias 15 e 16), no circuito francês de Magny-Cours.

O brasileiro Nelsinho Piquet (Oi / Unibanco), da equipe Piquet Sports, é um deles e não vê a hora de voltar a pilotar o seu carro. Com 21 provas durante a temporada, a segunda metade do campeonato começa para os pilotos e a luta pelo título promete ser intensa.

Nelsinho, no entanto, não ficou parado neste período. Ele aproveitou a pausa no calendário da GP2 e aceitou o convite para participar, nos dias 17 e 18 de junho, da tradicional 24 Horas de Le Mans, onde correu pela equipe Modena e terminou em quarto na categoria GT1.

“Estou ansioso para voltar a correr. Embora eu tenha participado das 24 Horas de Le Mans, há algumas semanas, faz muito tempo desde a última vez que eu corri na GP2”, comentou o brasileiro, que já conquistou três poles nesta temporada e chegou três vezes ao pódio, com uma vitória. A última rodada da GP2 foi realizada nos dias 10 e 11 de junho, em Silverstone (Ing).

Durante este intervalo, os pilotos da categoria também participaram de dois dias de testes em Paul Ricard (Fra). Foi a última chance para que os competidores se preparassem para as provas finais do campeonato. Nelsinho foi o mais veloz em uma das sessões e terminou entre os mais rápidos.

“O teste foi muito bom para nós e nos deu a oportunidade de trabalhar durante dois dias seguidos, o que pode fazer a diferença na segunda metade da temporada”, destacou o piloto.

Localizado próximo à cidade de Nevers, o circuito de Magny-Cours é conhecido por ter um traçado de difícil ultrapassagem. Uma das características interessantes são os nomes de suas curvas, inspirados em outras pistas, com as curvas Estoril e Adelaide.

A pista, no entanto, não está entre as preferidas de Nelsinho. “Magny-Cours não é um dos meus circuitos favoritos. As velocidades são baixas e não há muitas chances para ultrapassagens, o que não torna as corridas tão emocionantes ou competitivas quanto poderiam ser. É uma das pistas onde você precisa andar muito forte no treino classificatório para conseguir um bom resultado na corrida”, finalizou Piquet.

Os treinos para a rodada no autódromo francês terão início nesta sexta-feira (14), com a realização do classificatório para a primeira corrida. No sábado, a 12ª etapa terá sua largada às 11 horas (de Brasília), com a disputa de 41 voltas. No domingo, a 13ª prova do ano começará às 5 horas (28 voltas). O canal SporTV transmite a rodada em Magny-Cours.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *