GP2 Series: Pizzonia, com excelente carro, larga so em 11º

Trânsito em suas voltas mais rápidas fizeram brasileiro perder muito tempo.

 


O alemão Timo Glock (iSport), piloto com experiência na Fórmula 1, conquistou nesta sexta-feira (11/5) a pole position para a segunda rodada da GP2, categoria que faz a preliminar do GP da Espanha de Fórmula 1 neste final de semana, no circuito da Catalunha, em Montmeló. O melhor brasileiro no grid de largada para a terceira corrida, que será disputada a partir das 11 horas (horário de Brasília) deste sábado – com possível transmissão pela Sportv – será Lucas Di Grassi (ART), em terceiro. Bruno Senna (Arden) larga em sexto, Antonio Pizzonia (Fisichella Motor Sport) em 11º, Xandinho Negrão (Minardi/Piquet) em 13º, e Sergio Jimenez (Racing Engineering) em 18º lugar. “Eu tinha carro para largar entre os três primeiros. Peguei trânsito em todas as minhas voltas rápidas e perdi nove décimos de segundo na minha melhor volta, fazendo ultrapassagem sobre outro piloto no último setor da pista”, reclamou o amazonense, que nos treinos coletivos da categoria tinha sido o mais rápido em um dos dias.


Com a pista do Circuito da Catalunha muito mais quente do que em março, quando as equipes de GP2 fizeram testes coletivos, a Fisichella MotorSport teve que trabalhar bastante no acerto do carro de Antonio Pizzonia no treino livre de apenas 30 minutos. “A equipe trabalhou muito bem e conseguimos uma grande evolução no acerto de suspensão. Só não fui mais rápido porque o treino teve muitas bandeiras amarelas por causa de rodadas e batidas de outros pilotos. Mas pelas parciais, já deu para ver que iríamos brigar na frente no treino classificatório”, contou o manauara, que no treino livre ficou com a 10ª marca.


Na classificação, o maior problema do piloto que já correu neste circuito pelas equipes Jordan e Williams na Fórmula 1 foi a presença de pilotos mais lentos em suas voltas com pneus novos. “Não dava para largar na pole, mas entre os três primeiros, era uma certeza. Não conseguir dar uma volta sozinho, sem pegar trânsito, é frustrante. Apesar disso, estamos confiantes em reverter esta colocação com uma boa recuperação na primeira corrida”, aponta Pizzonia. “Agora vamos trabalhar na estratégia e ver como conseguiremos recuperar nesta prova que tem pitstop”, confia. A corrida de domingo, que é mais curta, será realizada a partir das 5 horas (Horário de Brasília).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *