GP2 Series: Razia participa de despedida de um dos circuitos mais famosos da história

Pista de Silverstone, na Inglaterra, não receberá a Fórmula 1 e sua principal categoria de acesso no ano que vem.

Os 20 pilotos do grid da Fórmula 1 e os 26 da Fórmula GP2 terão um final de semana especial pela frente. Eles farão história ao participar da despedida do circuito de Silverstone, na Inglaterra, dos calendários da principal categoria do automobilismo mundial e de sua fonte de novos talentos. Isso porque, a partir de 2010, é a pista de Donington Park que passa a receber o circo.

Silverstone é um dos cenários mais importantes para a história do automobilismo mundial – e também do brasileiro. Campo de aviação do exército britânico durante a Segunda Guerra Mundial, o local foi transformado em uma pista de corridas no ano de 1948. Em 1950, mais precisamente no dia 13 de maio, recebeu a primeira prova da história da Fórmula 1 moderna, vencida pelo italiano Giuseppe Farina – que se tornaria campeão daquela temporada. Entre os pilotos brasileiros, ficou famoso na década de 80 quando Ayrton Senna brilhava na Fórmula 3 na Inglaterra. Tanto que a imprensa britânica chegou a apelidar o circuito de “Silvastone”, em alusão ao sobrenome do tricampeão mundial de Fórmula 1.

E o baiano Luiz Razia será um dos protagonistas desse último capítulo da pista de Silverstone. Fazendo sua primeira temporada na divisão europeia da GP2, Razia tem no final de semana mais um estágio de seu aprendizado na categoria. A quarta rodada do campeonato marca o terceiro circuito desconhecido para o brasileiro até aqui. “Nunca competi em Silverstone. Só conheço a pista por conversas com meu engenheiro e já percebi que é um circuito bastante rápido e desafiador” comenta o piloto. “Novamente o final de semana será de evolução até a última volta da corrida de domingo”, avalia Luiz que tem chamado atenção pelo rendimento constante durante as provas da Fórmula GP2.

“É uma categoria difícil porque temos apenas um treino de 30 minutos antes da classificação. E depois já vamos direto para as corridas”, destaca Razia. “Então quando você chega em uma pista onde nunca correu, as melhoras acontecem durante todo o final de semana. Por isso é normal os resultados das provas serem melhores que os dos treinos classificatórios”, observa.

A importância da experiência na categoria se reflete na tabela de classificação da temporada. O líder, Vitaly Petrov, disputa a GP2 desde 2006 – e entre os oito primeiros, apenas dois pilotos estão na sua temporada de estreia (o alemão Nico Hulkenberg e o espanhol Edoardo Mortara). A disputa pelo título chega apertada no GP da Inglaterra: Petrov, o líder, e Romain Grosjean, o segundo colocado, são companheiros de equipe e estão separados por apenas dois pontos. Confira abaixo a programação da Fórmula GP2 em Silverstone (horários de Brasília):

Sexta-feira – 19/6
Treino livre – 7h55 às 8h25
Treino classificatório – 12h

Sábado – 20/6
Corrida 1 – 11h (transmissão ao vivo pelo canal Sportv)

Domingo – 21/6
Corrida 2 – 5h30 (transmissão ao vivo pelo canal Sportv)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *