GP2 Series: Sébastien Buémi vence 8º etapa na França

O suíço Sébastien Buémi, da Arden, venceu neste domingo (22/06), a 8º etapa da temporada, em Magny-Cours, na França. Foi a primeira vitória de Buémi na categoria. O holandês Yelmer Buurman completou a dobradinha da Arden. O italiano Luca Filippi, da ART, completou o pódio.

A prova foi um verdadeiro caos, devido às condições da pista francesa. A chuva que caiu durante a noite e só parou momentos antes da largada levou as equipes a terem que escolher o tipo de pneu que seus carros iriam usar: os de chuva ou os slick, para pista seca.


O pole-position, o inglês Mike Conway, da Trident, manteve a ponta na largada, com o belga Jerome D’Ambrosio, da Dams, o russo Vitaly Petrov, e o brasileiro Lucas di Grassi, ambos da Campos. O indiano Karun Chandhok, da iSport, que largava em 2º, teve problemas, perdendo várias posições. Na primeira volta o brasileiro Alberto Valério, da Durango, tocou com o japonês Kamui Kobayashi, da Dams, saindo da pista e indo para os boxes. D’Ambrosio escapou da pista e deixou a prova.


Com a pista secando os pilotos começaram a ir para os boxes, trocar os pneus de chuva para slick. Conway e di Grassi pararam na 4º volta, com Petrov assumindo a liderança.


O francês Romain Grosjean, da ART, rodou e saiu da pista na 6º volta, abandonando. Na seguinte o estoniano Marko Asmer, da FMSI, rodou, voltando a prova.


Petrov foi para os boxes na 9º volta, com Buurman assumindo a ponta, com Buémi, que havia largado da 21º posição, em 3º. Voltou a chover em Magny-Cours, com o brasileiro Bruno Senna, da iSport rodando, mas conseguindo manter o 4º lugar. Logo a chuva foi embora.


O líder da temporada, o italiano Giorgio Pantano, da Racing Engineering, tentou superar Petrov, com os dois se tocando na 13º volta. Pantano foi para os boxes, abandonando. Petrov se manteve na disputa.


E as rodadas continuaram. Na 15º volta o português Álvaro Parente, da Super Nova, errou a freada, saiu da pista, com Senna aproveitando para ganhar a posição. Valério também saiu da pista. Quatro voltas depois o português rodou novamente. Pouco depois Parente recuperou o 3º lugar, ao passar Senna.


Buémi pressionava Buurman, até que na 20º volta o suíço passou o companheiro de equipe na entrada da última curva. Os dois percorreram toda a reta principal lado a lado. Na primeira curva da 21º volta, Buémi assumiu a liderança de forma definitiva.


O brasileiro Diego Nunes, da DPR, com problemas no carro, foi para os boxes, abandonando. Buemi começou a abrir vantagem para Buurman. Na 23º volta Parente abandonou, saindo da França sem pontos no campeonato.


Com uma pane na seleção de marchas, Senna foi superado, a duas voltas do fim da prova, por Filippi e di Grassi.


Buémi venceu com 6s639 de vantagem para Buurman. Filippi foi o 3º, di Grassi, o 4º com Senna na 5º posição. Conway fechou os seis melhores. O brasileiro Carlos Iaconelli, da BCN, terminou em 13º e Valério na 17º posição.


Pantano tem 35 pontos na liderança do campeonato. Senna é o vice-líder com 28. Buemi, com 20º, é o 3º.


A próxima rodada dupla acontece nos dias 05 e 06 de julho em Silverstone, na Inglaterra.


Final:


1 – Sebastien Buemi – Arden – 28 voltas em 43’08″504
2 – Yelmer Buurman – Arden – 6″639
3 – Luca Filippi – ART – 23″953
4 – Lucas Di Grassi – Campos – 24″479
5 – Bruno Senna – iSport – 29″439
6 – Mike Conway – Trident – 35″924
7 – Pastor Maldonado – Piquet – 38″074
8 – Andreas Zuber – Piquet – 43″060
9 – Kamui Kobayashi – Dams – 45″558
10 – Javier Villa – Racing Engineering – 46″756
11 – Marko Asmer – FMSI – 52″901
12 – Adrian Valles – BCN – 1 volta
13 – Carlos Iaconelli – BCN – 1 volta
14 – Ho Pin Tung – Trident – 2 voltas
15 – Michael Herck – DPR – 2 voltas
16 – Roldan Rodriguez – FMSI – 2 voltas
17 – Alberto Valerio – Durango – 2 voltas


Volta mais rápida: Kamui Kobayashi 1’23″550


Abandonos:
Jerome D’Ambrosio – 2 voltas
Andy Soucek – 2 voltas
Romain Grosjean – 6 voltas
Karun Chandhok – 13 voltas
Giorgio Pantano – 14 voltas
Diego Nunes – 21 voltas
Ben Hanley – 24 voltas
Alvaro Parente – 24 voltas
Vitaly Petrov – 25 voltas


Campeonato:


1 – Giorgio Pantano, 35 pontos
2 – Bruno Senna, 28
3 – Sébastien Buemi, 20
4 – Álvaro Parente e Romain Grosjean, 19
6 – Pastor Maldonado, 18
7 – Andreas Zuber e Vitaly Petrov, 17
9 – Karun Chandok, 13
10 – Mike Conway, 12


 


Final:


1 – Sebastien Buemi – Arden – 28 voltas em 43’08″504
2 – Yelmer Buurman – Arden – 6″639
3 – Luca Filippi – ART – 23″953
4 – Lucas Di Grassi – Campos – 24″479
5 – Bruno Senna – iSport – 29″439
6 – Mike Conway – Trident – 35″924
7 – Pastor Maldonado – Piquet – 38″074
8 – Andreas Zuber – Piquet – 43″060
9 – Kamui Kobayashi – Dams – 45″558
10 – Javier Villa – Racing Engineering – 46″756
11 – Marko Asmer – FMSI – 52″901
12 – Adrian Valles – BCN – 1 volta
13 – Carlos Iaconelli – BCN – 1 volta
14 – Ho Pin Tung – Trident – 2 voltas
15 – Michael Herck – DPR – 2 voltas
16 – Roldan Rodriguez – FMSI – 2 voltas
17 – Alberto Valerio – Durango – 2 voltas


Volta mais rápida: Kamui Kobayashi 1’23″550


Abandonos:
Lap 2 – Jerome D’Ambrosio – 2 voltas
Lap 2 – Andy Soucek – 2 voltas
Lap 6 – Romain Grosjean – 6 voltas
Lap 13 – Karun Chandhok – 13 voltas
Lap 14 – Giorgio Pantano – 14 voltas
Lap 21 – Diego Nunes – 21 voltas
Lap 24 – Ben Hanley – 24 voltas
Lap 24 – Alvaro Parente – 24 voltas
Lap 25 – Vitaly Petrov – 25 voltas


Campeonato:
1.Pantano 35;
2.Senna 28;
3.Buemi 20;
4.Grosjean, Parente 19;
6.Maldonado 18;
7.Petrov, Zuber 17;
9.Chandhok 13;
10.Conway 12;
11.Di Grassi 11;
12.Kobayashi 9;
13.Tung 7;
14.Rodriguez 6;
15.Buurman, Valles 5;
17.Filippi 4;
18.D’Ambrosio, Villa 3;
20.Valsecchi 2;
21.Hanley, Soucek, Carroll 1.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *