GP2 Series: Stoffel Vandoorne vence em Monte Carlo

O belga Stoffel Vandoorne (ART Grand Prix) venceu nesta sexta-feira (22/05), nas ruas de Monte Carlo, Mônaco, a prova de abertura da terceira etapa da temporada. Foi a terceira vitória no ano, do piloto de testes da McLaren. O norte-americano Alexander Rossi (Racing Engineering) e o espanhol Sergio Canamasas (MP Motorsport) completaram o pódio.

Na largada, o italiano Raffaele Marciello (Trident), usando pneus macios, superou o pole-position Rossi na Saint Devote. O francês Arthur Pic (Campos Racing), também com pneus macios, era o terceiro, seguido por Vandoorne.

Logo na nona volta, Marciello foi para os boxes. E na seguinte Pic também parou para trocar os pneus médios. Rossi reassumiu a ponta, seguido por Vandoorne, o russo Sergey Sirotkin (Rapax) e o colombiano Julian Leal (Carlin).

Na 20ª volta, o SafetyCar virtual foi acionado. O neozelandês Mitch Evans (Russian Time) e o britânico Nick Yelloly (Hilmer Motorsport) se tocaram. Com o carro de Evans tendo que ser removido pelos comissários de prova.

Os ponteiros foram para os pits, colocar pneus macios. Vandoorne superou Rossi nos boxes, e assumiu a ponta. Leal se chocou com Sirotkin na saída dos boxes, com os dois continuando na prova. Na relargada, Vandoorne liderava seguido por Rossi, Leal, Pic, Canamasas e Sirotkin.

Canamasas superou Pic, e pouco depois outro Safety-Car virtual foi acionado, por detritos na pista. Com a prova reiniciada, Rossi voltou a pressionar Vandoorne, até retomar a ponta.

Mas nas voltas finais, os pneus macios totalmente desgastados, Rossi perdeu rendimento, e foi superado novamente por Vandoorne.

Leal terminou em terceiro, mas com uma punição de dez segundos caiu para sexto. Camanasas fechou o pódio.

Pic foi o quarto, seguido por Sirotkin e Leal. O neozelandês Richie Stanaway (Status Grand Prix), Marciello, o britanico Jordan King (Racing Engineering) e Yelloly, completaram a zona de pontos.

O brasileiro André Negrão (Arden International) terminou na 21ª posição.

Vandoorne lidera o campeonato com 111 pontos, seguido por Rossi com 68.

Amanhã (24/05), acontece a prova curta da etapa. 

Final:

1. Stoffel Vandoorne – ART Grand Prix – 40 voltas em 58:12.368

2. Alexander Rossi – Racing Engineering – a 6.292

3. Sergio Canamasas – MP Motorsport – a 16.726

4. Arthur Pic – Campos Racing – a 17.813

5. Sergey Sirotkin – Rapax – a 20.691

6. Julian Leal – Carlin – a 25.164

7. Richie Stanaway – Status Grand Prix – a 25.470

8. Raffaele Marciello – Trident – a 26.803

9. Jordan King – Racing Engineering – a 31.339

10. Nick Yelloly – Hilmer Motorsport – a 42.915

11. Rene Binder – Trident – a 43.837

12. Daniel De Jong – MP Motorsport – a 45.528

13. Alex Lynn – DAMS – a 46.824

14. Pierre Gasly – DAMS – a 47.666

15. Robert Visoiu – Rapax – 49.290

16. Rio Haryanto – Campos Racing – a 51.085

17. Nathanaël Berthon – Lazarus -a 52.135

18. Norman Nato – Arden International – a 1:02.735

19. Marlon Stockinger – Status Grand Prix – a 1:07.600

20. Johnny Cecotto – Hilmer Motorsport – 1:07.999

21. André Negrão – Arden International – a 1 volta

22. Zoel Amberg – Lazarus – a 1 volta

Não completaram:

Mitch Evans

Artem Markelov

Marco Sorensen

Nobuharu Matsushita

Volta mais rápida: Nick Yelloly (Hilmer Motorsport) – 1:22.314

Campeonato:

1 – S. VANDOORNE – 111
2 – A. ROSSI – 68
3 – R. HARYANTO – 49
4 – M. EVANS – 28
5 – A. LYNN – 25
6 – J. LEAL – 18
7 – N. BERTHON – 16
8 – P. GASLY – 16
9 – S. CANAMASAS – 15
10 – A. PIC – 15
11 – J. KING – 14
12 – R. VISOIU – 12
13 – R. MARCIELLO – 12
14 – S. SIROTKIN – 10
15 – N. MATSUSHITA – 7
16 – R. STANAWAY – 7
17 – A. MARKELOV – 6
18 – N. NATO – 6
19 – A. NEGRÃO – 3
20 – N. YELLOLY – 3

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *