GP2 Series: Timo Glock fica mais perto da conquista do título

O alemão Timo Glock ficou mais perto do título da Fórmula GP2 depois da penúltima etapa, realizada neste sábado no circuito de Valência (Espanha). Mesmo terminando apenas na 7ª colocação, o piloto da iSport foi beneficiado pelo abandono de Lucas di Grassi (ART GP) e ampliou para quatro pontos a diferença sobre o único rival, restando apenas a corrida de encerramento do calendário amanhã. O russo Vitaly Petrov (Campos GP) conquistou sua primeira vitória na categoria.

Xandinho Negrão (Medley) foi o único brasileiro a receber a bandeirada quadriculada. Quinto colocado no grid, Xandinho envolveu-se em um toque com o companheiro de equipe na Minardi Piquet Sports, o espanhol Roldán Rodríguez, logo na largada e em dois choques com Adam Carroll, da FMS. Desta maneira, encerrou a prova na 15ª colocação. Bruno Senna (Arden International) também não cruzou a linha de chegada, depois de sair da pista e atolar na brita pouco depois da metade das 45 voltas.

“Larguei com pneus de chuva e isso fez com que eu acabasse ficando para trás na largada. Os pilotos que apostaram no pneu liso saíram melhor e acabaram terminando na frente”, analisou Xandinho Negrão, 20º colocado no campeonato.

Glock está com as duas mãos no título. De acordo com o sistema de grid invertido dos oito primeiros na prova de abertura, ele fechará a primeira fila na segunda colocação, enquanto Di Grassi partirá das últimas posições. As combinações que favoreceriam Di Grassi são altamente improváveis: ganhar e torcer para que Glock chegue no máximo em quinto ou terminar em segundo e esperar que o alemão fique fora dos seis que pontuam. A prova começará às 7 horas (Brasília) e as 30 voltas serão transmitidas ao vivo pelo SporTv.

O resultado da prova:

1) Vitaly Petrov (Campos Grand Prix)
2) Giorgio Pantano (Campos Grand Prix)
3) Kazuki Nakajima (DAMS)
4) Marcos Martinez (Racing Engineering)
5) Borja Garcia (Durango)
6) Andy Soucek (DPR)
7) Timo Glock (iSport)
8) Javier Villa (Racing Engineering)
9) Mikhail Aleshin (ART Grand Prix)
10) Filipe Albuquerque (Arden International)
11) Ho Pin Tung (BCN)
12) Andreas Zuber (iSport)
13) Jason Tahinci (FMSI)
14) Markus Niemela (BCN)
15) Xandinho Negrão (Minardi/Piquet Sports)
16) Mike Conway (Super Nova International)
17) Karun Chandhok (Durango)

Melhor Volta: Karun Chandhok

A nova classificação do campeonato:1) Timo Glock, 81 pontos; 2) Lucas Di Grassi, 77; 3) Luca Filippi, 58; 4) Giorgio Pantano, 57; 5) Kazuki Nakajima, 42; 6) Javier Villa, 37; 7) Adam Carroll, 36; 8) Bruno Senna, 34; 9) Andreas Zuber, 30; 10) Pastor Maldonado e Borja Garcia, 25; 12) Nicolas Lapierre, 23; 13) Vitaly Petrov, 21; 14) Mike Conway, 19; 15) Karun Chandhok, 15; 16) Roldan Rodriguez, 14; 17) Andy Soucek, 11; 18) Adrian Zaugg, 10; 19) Kohei Hirate, 9; 20) Xandinho Negrão, 8; 21) Sebastien Buemi,6; 22) Marcos Martinez, 5; 23) Sergio Jimenez e e Ho-Pin Tung, 4; 25) Mikhail Aleshin, 3; 26) Ricardo Risatti, Michael Ammermuller e Antonio Pizzonia,1.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *