GP2 Series: Todos os brasileiros pontuam no GP da França

Nelsinho é 4º, Xandinho faz o 5º e Di Grassi termina em 7º em Magny Cours.

Pela primeira vez na temporada, os três pilotos brasileiros terminaram na zona de pontos na Fórmula GP2. Neste sábado, na abertura da rodada dupla do fim de semana em Magny Cours, Nelsinho Piquet (Piquet Sports) chegou em 4º, Xandinho Negrão (Medley) em 5º e Lucas di Grassi (Durango) fechou o GP da França na 7ª colocação. A vitória foi do alemão Timo Glock (iSport International), enquanto o líder do campeonato, Lewis Hamilton (ART Grand Prix), recebeu a bandeirada apenas em 19º.

Foi o melhor resultado de Xandinho em seus dois anos na Fórmula GP2. Partindo em 15º, ele fez uma corrida inteligente e sem erros. Retardou ao máximo a entrada nos boxes para a troca obrigatória de dois pneus e, depois de subir até à segunda posição, imprimiu um ritmo forte na perseguição a Di Grassi, que comandou a maior parte da prova aproveitando-se da parada dos ponteiros nos boxes. Mostrou maturidade e sangue frio para acompanhar e se manter ao largo da briga entre Jose Maria Lopez e Giorgio Pantano, que abusou das “fritadas” de pneus para se segurar à frente. Faltando três voltas, depois que Lopez já havia se desvencilhado do italiano, Xandinho fez uma última ultrapassagem espetacular sobre Pantano e assumiu definitivamente o 5º lugar.

Cotado para assumir a vaga de Juan Pablo Montoya na McLaren em 2007, Hamilton foi o grande derrotado da corrida. Ele saiu em 4º, envolveu-se em toque logo na primeira volta e foi obrigado a trocar o bico do carro, perdendo qualquer chance de brigar pela vitória. Como consolo, ganhou o ponto extra pela volta mais rápida. Nelsinho Piquet não conseguiu aproveitar totalmente a chance oferecida pelo rival. Ao final de uma prova pontuada de incidentes, ainda perdeu o terceiro lugar para Lopes quando restavam apenas três voltas. Lopez saiu na pole, mas voltou bastante atrasado da troca de pneus e chegou a andar em 10º lugar. Mesmo assim, ainda conseguiu a recuperação que o levou ao pódio. Hamilton tem agora 68 pontos, contra 51 de Nelsinho e 44 de Alexandre Prémat, o segundo deste sábado em Magny-Cours.

Pelo regulamento da Fórmula GP2, que determina a inversão do grid na segunda corrida em relação à ordem de chegada dos oito primeiros da primeira, os brasileiros estarão muito bem no grid da 13ª etapa. Di Grassi sairá na primeira fila, ao lado do pole Ferdinando Monfardini (DAMS), enquanto Xandinho partirá em 4º e Nelsinho em 5º. Glock, o vencedor de hoje, cai para 8º. A prova, mais curta (40 minutos) e sem obrigação de troca de pneus começará às 5 horas (Brasília) e será transmitida ao vivo pelo SporTv.

Os resultados da Fórmula GP2 em Magny-Cours:
1 – Timo Glock (Alemanha), iSport International, 41 voltas em 1h01min14s385
2 – Alexandre Prémat (França), ART Grand Prix, a 5s988
3 – Jose Maria Lopez (Argentina), Super Nova, a 17s100
4 – Nelsinho Piquet (Brasil), Piquet Sports, a 24s266
5 – Xandinho Negrão (Brasil), Piquet Sports, a 27s944

6 – Giorgio Pantano (Itália), FMS, a 31s586
7 – Lucas di Grassi (Brasil), Durango, a 34s277
8 – Ferdinando Monfardini (Itália), DAMS, a 46s130
9 – Hiroki Yoshimoto (Japão), BCN Competición, a 53s671
10 – Ernesto Viso (Venezuela), iSport International, a 54s151

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *