GP3: A convite da equipe Carlin Lucas Foresti correrá na categoria

Todos sabem que o automobilismo é um esporte fascinante que envolve muitos desafios e um grau de competitividade superior a qualquer outro no mundo. O ápice da carreira acontece na F-1 que, atualmente, tem apenas 24 vagas para os milhares de pilotos que iniciam na modalidade nas pistas de kart espalhadas pelo mundo.

Com Lucas Foresti este caminho não foi diferente e, com dedicação, o piloto tem se mostrado muito capaz em todas as competições em que participa. Fazendo sua temporada de estreia no automobilismo europeu, junto à equipe Carlin, um dos mais premiados times do mundo, Lucas disputou no princípio do mês a rodada de abertura do Campeonato Inglês de F-3 e conseguiu finalizar as três provas disputadas no autódromo de Oulton Park.

Antes disso, ainda em seu período de testes de pré-temporada, no circuito de Paul Ricard, na França, ele foi convidado pelo time a participar da primeira rodada de treinos coletivos da nova categoria do automobilismo mundial, a GP3.

Após expressivos resultados naqueles dois dias de treinos e, mediante a dedicação e empenho demonstrados por Foresti na primeira rodada da F-3 a equipe Carlin, na mesma vanguarda do campeonato da GP3 Series, convidou o estreante piloto brasileiro a também fazer parte de seu time na corrida inaugural desta nova modalidade do automobilismo. A prova será disputada junto à programação do GP da Espanha de F-1, no Autódromo de Barcelona, entre os dias sete e nove de maio.

Últimos treinos coletivos começaram hoje

Nesta terça e quarta-feira, dias 13 e 14 de abril, todas as equipes estão fazendo os últimos testes da pré-temporada. A pista escolhida pelos organizadores foi a de Barcelona, exatamente por ser o palco da primeira prova da série.

Hoje foram duas longas sessões de treinos e Lucas mostrou que está se dedicando, também, para este Campeonato. Com voltas seguras e muita determinação Foresti completou 66 voltas no circuito espanhol que ofereceu aos pilotos a condição de pista molhada no começo do primeiro treino, passando por úmida até secar, no final. À tarde, foi seca durante todo o tempo.

Na primeira sessão, enquanto a pista esteve molhada, Lucas mostrou porque é um dos mais arrojados pilotos da nova geração e esteve sempre entre os cinco mais rápidos. Porém, conforme o traçado foi secando e a equipe trabalhando no ajuste do carro, alguns concorrentes  superaram o seu tempo.  Lucas terminou com o 14º tempo, marcando 1m39s411, mas, em sua “volta do pneu”, teve de recolher para os boxes em virtude de uma bandeira vermelha não podendo assim extrair o melhor de seu equipamento.

A sessão da tarde teve duração de duas horas e Lucas passou a maior parte do tempo trabalhando os acertos de suspensão e aerodinâmica do carro. Com a pista completamente seca o trabalho foi duro e Foresti completou 39 voltas. Na mais veloz delas o brasiliense registrou o tempo de 1m38s863 o que lhe rendeu a 21ª posição entre os 30 pilotos na pista.

“Estou muito feliz de ter esta oportunidade de também competir na GP3. A categoria é nova, mas, já chega com grande potencial e status de visibilidade. As corridas serão disputadas como as preliminares da F-1 na Europa e, com isto, todos as equipes e olheiros estarão atentos ao nosso desempenho. O carro é muito veloz, seguro e realmente é bem diferente do F-3. Eu estarei focado em ambas as competições e tenho certeza que, para minha carreira, esta oportunidade será única”, explicou o piloto de 17 anos.

Amanhã, dia 14, acontecerão mais duas sessões de treinos e Lucas novamente buscará os melhores acertos para o carro da equipe Carlin além de aprimorar ainda mais a sua experiência no circuito catalão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *