Grand-Am: Christian Fittipaldi/João Barbosa vencem as Seis Horas de Watkins Glen

A dupla formada pelo brasileiro Christian Fittipaldi e o português João Barbosa (Action Express Racing/Corvette DP) venceu neste domingo (30/06), a Sahlen’s Six Hours of The Glen, em Watkins Glen, sétima etapa da GRAND-AM Rolex Series. Foi a segunda vitória consecutiva da dupla. O trio Stephane Sarrazin/Michael Valiante/Enzo Potolicchio (8 Star Motorsports/Corvette DP) terminou em segundo, seguido pelo trio Brendon Hartley/Scott Mayer/Pierre Kaffer (Starworks Motorsport/Ford Riley).

Na metade da prova, Barbosa levou um toque do francês Sarrazin e rodou, caindo da primeira para a nona posição. Sarrazin foi punido com um stop and go de um minuto. Fittipaldi assumiu o comando do carro para a parte final da prova.

Com chuva que atingiu com força o autódromo, provocando diversas rodadas e saídas de pista, o destaque da prova era o francês Sébastien Bourdais (Starworks with Alex Popow/Ford Riley), que entregou o carro na liderança para o norte-americano Ryan Dalziel.

Faltando pouco mais de uma hora para o final da prova, a chuva parou. As equipes então trocaram os pneus, voltando para os slicks.  A Starworks errou na estratégia e Dalziel permaneceu com pneus de chuva, sendo ultrapassado por Fittipaldi, que já tinha colocado os slicks. Dalziel perdeu mais posições ao ficar lento na pista, até entrar nos boxes.

O britânico Hartley ultrapassou Fittipaldi, e assumiu a liderança, mas ainda teria que fazer o último pit stop. Faltando doze minutos para a bandeirada, Hartley entrou nos boxes, com Fittipaldi reassumindo a liderança.

O brasileiro resistiu aos ataques do canadense Valiante nos minutos finais (a diferença caiu de cinco para menos de um segundo), recebendo a bandeirada com 0s265 de vantagem. Hartley fechou o pódio no geral e na Classe DP. Após a prova, Fittipaldi, com desidratação, teve que receber atendimento médico, sendo liberado logo depois. 

“Foi ótimo! Ao contrário de Mid-Ohio, hoje não tínhamos o carro mais rápido, mas a equipe soube capitalizar em todas as oportunidades e nos recuperamos mesmo após a saída da pista do João. Na última relargada, também consegui fazer a ultrapassagem e abri uma boa vantagem, que foi muito importante no final”, comemorou Fittipaldi.

“Agora, com certeza, entramos na briga pelo título. Estamos muito contentes com todo o trabalho da equipe”, finalizou o brasileiro.

 Foi a segunda vitória consecutiva da equipe em Watkins Glen. Em 2012, Barbosa venceu a corrida ao lado do canadense Darren Law.

O brasileiro Oswaldo Negri Jr. (Michael Shank Racing/Ford Riley), que teve problemas mecânicos nas voltas finais, tendo que entrar nos boxes, terminou em um ótimo quarto lugar. Ele dividiu a condução do carro com o norte-americano John Pew.

O norte-americano Burt Frisselle, no segundo Corvette da Action Express Racing em dupla com seu irmão Brian, foi o quinto. O britânico Justin Wilson, no segundo Ford Riley da MSR, em dupla com o colombiano Gustavo Yacaman, completou os seis primeiros.

Atuais campeões, a dupla Scott Pruettt/Memo Rojas (Chip Ganassi Racing/ BMW/Riley) terminou em sétimo. Pruett teve que cumprir uma punição de sessenta segundos nos pits, ao entrar nos boxes junto com Fittipaldi, e sair com o injetor de combustível ainda acoplado ao carro.

Bourdais/Dalziel/Popow, juntos, lideraram o maior número de voltas, 58.

A dupla Max Angelelli/Jordan Taylor (Wayne Taylor Racing/Corvette DP), começou a porva na pole e na liderança do campeonato. Mas logo na primeira volta, com Angelelli no comando, a equipe perdeu seis voltas nos boxes, para consertar um problema de câmbio. Terminaram na décima posição.

A dupla Jon Fogarty/Alex Gurney (Gainsco/Bob Stallings Racing/Corvette DP), que começaram a prova na vice-liderança do campeonato, abandonou na 159ª volta. A equipe já havia perdido 12 voltas no começo da prova, devido suspensão dianteira direita danificada em um toque entre Fogarty e Popow.

Pela Classe GT, vitória da dupla Robin Liddell/John Edwards (Stevenson Motorsport/Camaro GT.R).

O trio Joel Miller/Tristan Nunez/Yojiro Terada (Speedsource/Mazda 6) venceu na Classe GX.

A prova teve um total de cinco bandeiras amarelas, por 34 voltas.

Max Angelelli/Jordan Taylor e Ryan Dalziel/Alex Popow, dividem a liderança do campeonato na Classe DP, com 194 pontos. Fittipaldi é o segundo com 190 pontos. Alex Gurney/Jon Fogarty, 189 somam 189 e Barbosa 188.

Pela Classe GT, liderança da dupla Andy Lally/John Potter, 199 pontos.

Pela Classe GX, Jim Norman lidera com 233 pontos.

A próxima etapa acontece no Indianápolis Motor Speedway, no dia 26 de julho.

Final:

1 Barbosa, J / Fittipaldi, C (Action Express Racing – Corvette DP) 171 voltas

2 Potolicchio, E / Sarrazin, S / Valiante, M (8 Star Motorsports – Chevrolet / Corvette DP)
3 Hartley, B / Kaffer, P / Mayer, S (Starworks Motorsport – Ford / Riley)
4 Negri Jr, O / Pew, J (Michael Shank Racing – Ford / Riley)
5 Frisselle, B / Frisselle, B (Action Express Racing – Corvette DP)
6 Wilson, J / Yacaman, G (Michael Shank Racing – Ford / Riley)

Campeonato:

1. Jordan Taylor e Max Angelelli 194
2. Alex Popow e Ryan Dalziel 194
3. Christian Fittipaldi 190
4. Alex Gurney e Jon Fogarty 189
5. João Barbosa 188
6. Memo Rojas e Scott Pruet 172

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *