Grand-Am: Mario Haberfeld e Adrian Fernandez correm em pista conhecida

O brasileiro Mario Haberfeld (Lowe’s/Liofol/Grupo Orinter) e o mexicano Adrian Fernandez, da equipe Lowe’s Fernandez Racing, disputam neste fim de semana a sexta etapa da Grand American Rolex Series em Laguna Seca, Califórnia (EUA).


O circuito misto de 2,238 milhas (aproximadamente 3,60 quilômetros) não é desconhecido para a dupla, já que ambos disputaram provas da Fórmula Mundial nesta pista. Haberfeld terminou em quinto lugar em Laguna Seca em 2003. No ano seguinte, foi o sétimo colocado na prova. “Eu gosto muito de Laguna. É um dos meus circuitos favoritos aqui nos Estados Unidos. Laguna é onde terminei pela primeira vez entre os 5 primeiros na Fórmula Mundial em um circuito misto permanente”, disse o brasileiro. “Eu fiz a Jim Russell Racing School lá no kart e, após terminarmos a escola, venci ambas as corridas dela. Estou ansioso para este fim de semana, porque acho que o carro da Lowe’s deverá ter um bom desempenho lá. Testamos em Watkins Glen após a corrida na Virgínia e foi muito bom, o que será útil para nós em Laguna e Phoenix (no próximo dia 13). Aprendemos mais sobre o carro. Laguna é uma destas pistas onde a dirigibilidade será tão importante quanto a potência. Eu, Adrian e nossos engenheiros conhecemos a pista muito bem, então vamos ter isso a nosso favor. Não gosto de ir para pistas como a Virgínia ou Watkins Glen, onde temos que aprendê-las primeiro”.

Fernandez conquistou um pódio e terminou três vezes entre os 5 primeiros em Laguna Seca entre 1993 e 2003, quando competia na Fórmula Mundial. Foi também nesta pista que ele garantiu o título de “Rookie of the Year” (novato do ano) na Indy Lights em 1992, ao terminar em quinto lugar. “Laguna Seca sempre foi um dos meus circuitos favoritos”, comentou Adrian. “Irá realmente nos ajudar chegar lá já conhecendo bem a pista. Será uma corrida desgastante, que requer sua total atenção com relação à pista, porque não há oportunidades para descansar. Estamos ansiosos para o fim de semana lá e espero conseguir nosso melhor resultado até agora na temporada”.

O treino classificatório em Laguna Seca terá o mesmo formato adotado pela Grand-Am na Virgínia. Os pilotos disputam uma corrida classificatória de 30 minutos no sábado. A ordem de largada será determinada pelos tempos dos treinos livres e o resultado desta classificação irá formar o grid da corrida de domingo. O piloto que largar no sábado não poderá largar no domingo, mas poderá fazer toda a classificação. No domingo será obrigatória a mudança de pilotos. “Vamos ter uma idéia melhor de como as coisas funcionam após este fim de semana, porque ouvi dizer que o tempo estará bom”, disse Haberfeld. Na Virgínia, choveu durante os treinos livres, fazendo com que o grid da corrida classificatória, também realizada debaixo de chuva, fosse determinado pela ordem dos pilotos no campeonato. “Deverá ser diferente neste fim de semana com condições secas, porque acredito que vamos ter um acerto forte”.

Fernandez também está otimista para a prova deste fim de semana. “Acho que é seguro chegar em Laguna Seca com alguma confiança após uma forte recuperação na Virgínia”, arriscou o mexicano. “Pela primeira vez, acredito que poderíamos ter terminado no pódio se não tivéssemos que parar por causa de um pneu furado. Fizemos algumas das voltas mais rápidas da corrida, o que mostra que estamos ficando cada vez mais competitivos. Estamos indo na direção certa. Todos na equipe Lowe’s Fernandez estão tendo um papel importante no nosso programa para acelerar nosso ritmo”.

A etapa em Laguna Seca acontece neste domingo (07/05) às 16h00 (horário de Brasília), com acompanhamento online do SpeedRacing.com.br.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *