Grand-Am: Ricardo Zonta tem boa participação em Watkins Glen

Piloto brasileiro liderou por seis voltas e era o segundo colocado quando parou pela última vez.

Na sexta etapa, a quarta vitória. Não há quem possa com a dupla Scott Pruett/Memo Rojas. Neste sábado (8), eles voltaram a vencer nas 6 horas de Watkins Glen, ampliando para 36 pontos a vantagem na liderança sobre Jim Matthews/Marc Goossens, distantes segundos colocados. David Donohue/Darren Law chegaram em segundo e Max Angelelli/Michael Valiante, que fizeram a pole position, terminaram em terceiro. Neste pódio, faltou a dupla Ricardo Zonta/Nic Jonsson, que chegou a liderar a prova, com o brasileiro ao volante, mas optou por uma estratégia diferenciada e cruzou em 10º.

A liderança chegou para Ricardo Zonta na 150ª volta. Ele permaneceu em primeiro por mais seis passagens, caiu para segundo na relargada e assim permaneceu até precisar parar pela última vez, na 165ª volta das 179 completadas. “Nós tínhamos um carro para vencer a corrida. Era o que estávamos tentando. Nossa esperança era surgir uma nova bandeira amarela, mas ela não veio e tivemos que parar. Perdemos muitas posições em função da estratégia. Mas o carro estava ótimo”, comentou o piloto, que agora se concentra nas 24 horas de Le Mans, que disputará no próximo fim de semana.

Esta foi a segunda corrida mais longa da temporada da Grand-Am, perdendo apenas para as 24 horas de Daytona, com seis horas de duração. “Eu guiei por quatro horas. Foi uma prova extremamente cansativa”, contou Ricardo Zonta, que continua em quinto lugar na tabela, com 136 pontos. Os líderes, Scott Pruett/Memo Rojas, têm 202. Os carros da Grand-Am voltam à pista só depois das 24 horas de Le Mans. A próxima etapa, que está marcada para o dia 22 de junho, será realizada em Mid-Ohio, também nos Estados Unidos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *