GT Brasil: Alan Hellmeister e Sérgio Laganá se recuperam e vencem etapa da GT4 em Santa Cruz do Sul

Desclassificação altera resultado final da corrida válida pela temporada 2012 da competição

 Um dia após ter o gostinho da vitória tirado por um toque na última curva da corrida, a dupla Alan Hellmeister e Sérgio Laganá, de Aston Martin Vantage, fez uma grande corrida de recuperação e conquistou a vitória da prova deste domingo (22), em Santa Cruz do Sul, Rio Grande do Sul. Em segundo lugar ficaram Fábio Greco e Valter Rossete, com um Maserati Gran Turismo MC e cruzando a linha de chegada, na terceira posição, o BMW M3 de Matheus Stumpf e Patrick Gonçalves.

Porém, após vistoria técnica realizada pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) no carro alemão, foi constatada uma irregularidade na M3 número 11 no posicionamento do lastro de equilíbrio de desempenho do carro (15kg) e da equalização das duplas (20kg), posicionado na parte traseira do carro enquanto deveria estar ao lado do piloto, causando assim sua desclassificação da corrida deste domingo.

Desta forma, em terceiro ficaram Leo Cordeiro e William Starostik, com o outro M3. Na quarta-colocação, Leo Burti e Valter Pinheiro, com o Lotus Evora. Com a vitória, Sérgio Laganá comemorou a chance de um bom início do campeonato. “Hoje foi sem dúvida bem melhor do que onte, quando um toque acabou nos prejudicando. Algo normal, de corrida, mas hoje foi diferente”, diz.

“Fomos muito competitivos e estou feliz por este resultado”, encerra Laganá. Já seu parceiro de Aston Martin Vantage, Alan Hellmeister, destacou a velocidade da dupla. “O Sérgio fez um bom trabalho, tinham outros carros rápidos, mas nós também estávamos. Comecei imprimir um ritmo forte e conquistamos a vitória. Estou bastante satisfeito”, declara Hellmeister.

Segundo na prova, Valter Rossete, do Maserati Gran Turismo MC, falou sobre a conturbada largada. “Eu comecei bem, pulei de quinto para primeiro, mas acabei tocando com o Lotus e cai novamente para o último lugar na segunda volta. Tive uma briga legal com o Sérgio e entreguei o carro para o Fábio que o levou até o final. Foi bom, mas queremos mais e vamos em busca disso”, destaca.

Fábio Greco fez questão de reforçar a força da dupla na briga pelo campeonato. “Estamos chegando, disse o piloto. Continuamos sofrendo com problemas durante a corrida de hoje. Não desisti momento algum e o resultado foi este. Começamos bem a disputa e vamos melhorar ainda mais e dar trabalho na briga pelo título da GT4”, completa Greco.

Resultado final da prova deste domingo:

1º) 57 – S.Laganá/A.Hellmeister (AM , SP/SP)
2º) 21 – F.Greco/V.Rossete (MA , SP/SP)
3º) 12 – L.Cordeiro/W.Starostik (BM , SP/PR)
4º) 6 – V.Pinheiro/L.Burti (LO , SP/SP)
Desclassificado: 11 – M.Stumpf/P.Gonçalves (BM , RS/BA)

Classificação da GT4 após 2/18 etapas: (EDITAR TIRANDO DESCLASSS)

1 – Leonardo Cordeiro/William Starostik – BMW M3 GT4 – 35 pontos
2 – Fábio Greco/Valter Rossete – Maserati Gran Turismo MC – 32 pontos
3 – Alan Hellmeister/Sérgio Laganá – Aston Martin Vantage – 31 pontos
4 – Matheus Stumpf/Patrick Gonçalves – BMW M3 GT4 – 17 pontos
5 – Leonardo Burti/Walter Pinheiro – Lotus Evora – 13 pontos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *