GT Brasil: Ferrari F458 é aposta de Claudio Ricci e Rafael Derani na disputa pelo título da Itaipava

Carro deve chegar ao Brasil em algumas semanas e permitirá à dupla tentar repetir a conquista de 2009

Está chegando ao fim o período de espera por uma das principais atrações desta temporada do Itaipava GT Brasil. O campeonato dos carros dos sonhos ganhou neste ano o reforço do novo modelo Ferrari F458 GT3. Por enquanto, são duas unidades confirmadas no grid de largada, uma delas nas mãos de uma dupla com larga e vitoriosa história com a marca dentro da categoria, Claudio Ricci e Rafael Derani. O carro chega para substituir a Ferrari F430 que deu a eles o título da Itaipava GT3 em 2009.

“Eu não vejo a hora, estou bastante ansioso para o carro chegar, especialmente porque sabemos que se trata de um projeto muito bom”, afirma Rafael Derani. “Mesmo em comparação com o nosso outro modelo, que sempre foi competitivo, muda muita coisa para melhor. Claro, ainda teremos um trabalho de adaptação pela frente e precisamos esperar pelas determinações de equilíbrio de desempenho, mas sem dúvida alguma as perspectivas são boas”, acrescenta Rafael Derani.

Ainda não há data definida para a chegada do carro, mas espera-se que ele esteja pronto já para as primeiras corridas – além de Claudio Ricci e Rafael Derani, o modelo será utilizado também pela dupla Chico Longo e Daniel Serra. A preparação do Ferrari F458 GT3 é feita na Europa pela Michelotto Automobili, empresa que recebe total apoio da marca italiana e atua no automobilismo internacional há quase quarenta anos. Uma referência no mundo das corridas, portanto, quando o assunto é Ferrari.

O novo carro traz ainda mais confiança para que a dupla Claudio Ricci e Rafael Derani tente chegar ao bicampeonato na Itaipava GT3. “Tudo depende do tempo que vai levar até o carro entrar na pista e surgir competitivo, mas não será diferente do que fizemos nas temporadas anteriores. Vamos dar tudo o que podemos em termos de desempenho, trabalhando no limite, e claro que com um novo equipamento a tendência é alcançar ainda mais resultados”, conclui Rafael Derani.

Na temporada anterior, ele e o parceiro de pilotagem ganharam duas corridas ao volante do modelo Ferrari F430. “Nós temos uma história longa com a Ferrari no Itaipava GT Brasil e teremos em mãos o que a marca tem de melhor para oferecer na GT3. Sem dúvida, é um equipamento para nos colocar outra vez na disputa pelo título e, com o processo de equilíbrio de desempenho, creio que estará no mesmo nível dos outros carros de ponta do Itaipava GT Brasil”, acredita Claudio Ricci.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *