GT Brasil: Pista do Rio de Janeiro deve seguir em atividade em 2011

Presidente da FAERJ argumenta que etapa do Itaipava GT Brasil neste fim de semana não será despedida do Autódromo Internacional Nelson Piquet

O campeonato dos carros dos sonhos está de volta ao circuito que recebeu, no ano passado, o maior público da temporada do Itaipava GT Brasil. A categoria será a quarta e última entre aquelas consideradas as principais do automobilismo brasileiro (Fórmula Truck, Stock Car, Racing Festival e Itaipava GT Brasil) a passar pelo Rio de Janeiro em 2010. Mas, diferente do que se fala há alguns meses, isso não significa a despedida do Autódromo Internacional Nelson Piquet.

“O Itaipava GT Brasil faz questão de incluir no calendário a etapa do Rio de Janeiro. É uma cidade que há dois anos recebe muito bem a categoria, tanto que levou para as arquibancadas o nosso maior público em 2009”, comenta Francisco Barros, diretor da SRO Latin America, empresa responsável pela promoção do campeonato em parceria com a Auto+ Entretenimento. E são boas as chances da praça esportiva continuar a receber eventos em 2011.

“Nas nossas últimas reuniões, recebemos a palavra dos representantes do Ministério dos Esportes de que o autódromo continuará em atividade enquanto não houver a construção de uma nova pista, em Deodoro. Essa conversa está baseada num acordo por escrito entre as partes e, pelo cenário atual, é possível dizer que o circuito de Jacarepaguá estará funcionando normalmente no ano que vem”, destaca Djalma de Faria Neves, presidente da Federação de Automobilismo do Estado do Rio de Janeiro.

Com um dos circuitos mais tradicionais do automobilismo brasileiro ainda em funcionamento, as principais categorias nacionais de esporte a motor já sinalizaram o interesse de realizar suas etapas outra vez em Jacarepaguá em 2011. As dúvidas em relação ao autódromo são por conta das obras previstas para o espaço, para que ele possa receber parte da estrutura necessária para os Jogos Olímpicos de 2016, confirmados para a cidade do Rio de Janeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *