GT Brasil: Segunda metade da temporada começa com novidades e intensa disputa pela liderança

Ricardo Zonta estreia como novo parceiro de Claudio Dahruj na caça aos líderes, Valdeno Brito e Matheus Stumpf

Terminou a primeira metade da temporada do Itaipava GT Brasil e, diferente do que fazia prever o início de campeonato arrebatador do Lamborghini Gallardo LP560, a liderança é de um Ford GT. Um pouco pelo trabalho de equilíbrio de desempenho promovido na categoria, mas também muito em função da inteligência e da força da dupla que ocupa o primeiro lugar na tabela de classificação, o paraibano Valdeno Brito e Matheus Stumpf.

Para se ter uma ideia, os dois pilotos da equipe BMG Racing não registraram o melhor tempo em nenhuma das sessões de treinos das oito primeiras corridas de 2010. Mas souberam lidar muito bem com as circunstancias, daí as duas vitórias, os dois segundos lugares e um terceiro, que ajudaram a render 113 pontos no campeonato, quinze a mais que o vice-líder, Claudio Dahruj, com Lamborghini Gallardo LP560.

“A ideia para São Paulo é tentar manter a nossa média, porque sabemos que o Lambo ainda é superior e o Audi (R8 LMS) também está forte. Vai ser uma etapa dura outra vez, mas ganhamos as últimas duas aqui e isso traz uma confiança, também”, destaca Valdeno Brito, falando sobre as duas corridas que abrem a segunda metade do campeonato, neste sábado (7) e domingo (8), no Autódromo de Interlagos – José Carlos Pace.

Na opinião do piloto, uma diferença em relação ao modelo pilotado pelo vice-líder é o desgaste de pneus acentuado no caso do Ford GT. “O Lambo parece andar sempre sobre um trilho, os compostos duram um pouco mais. Pelas características do nosso carro, eles acabam mais rápido”, acrescenta Valdeno Brito. Na disputa pela liderança, Claudio Dahruj ganhou um reforço e terá um novo parceiro na pilotagem em São Paulo: Ricardo Zonta.

O piloto estreia na categoria substituindo Rafael Daniel na Crystal Racing Team. “Um dos motivos do Claudio (Dahruj) ter me convidado foi pelo fato de estar na disputa pelo título, porque acredita que eu posso acrescentar nesse resultado e que podemos vencer essa disputa”, revela Ricardo Zonta, que naturalmente começa do zero na pontuação, mas com a pilotagem pode ajudar o parceiro a ganhar pontos importantes na disputa pelo título de 2010.

Uma responsabilidade e tanto, porque não é apenas o caso de tentar alcançar os líderes, mas também fugir de quem vem na sequência, caso da dupla da Blau, Allam Khodair e Marcello Hahn. Eles aparecem em terceiro lugar na tabela e estão um pouco mais próximos dos primeiros colocados depois de um segundo lugar no Rio de Janeiro, alcançado com exibição primorosa de Allam Khodair.

Na frente dele, chegou apenas quem estava imbatível naquele fim de semana, a dupla de bicampeões do Itaipava GT Brasil, Xandy Negrão e Andreas Mattheis, na estreia do Audi R8 LMS. Apesar das duas vitórias conquistadas pelo novo carro, o chefe de equipe, Rodolpho Mattheis, faz questão de afirmar que as expectativas não devem ser tão altas em São Paulo. “As vitórias vieram pela regularidade dos pilotos”, conta Rodolpho Mattheis.

“Eles viraram tempos próximos, então conseguimos vencer assim, porque ainda estamos abaixo do Lamborghini Gallardo LP560 e do Ford GT”. De fato, pelo menos nos treinos, o domínio foi do Lamborghini Gallardo LP560. E o modelo, pelo que se viu até aqui, parece casar muito bem com a pista de Interlagos. É a esperança de Bruno Garfinkel e Ricardo Maurício, que já registraram pole position em São Paulo, mas ainda não venceram em 2010.

Cleber Faria, estreante na categoria e vencedor do Itaipava Trofeo Maserati em 2009, também vem se aproximando a cada etapa de uma boa posição no pódio, o que ficou claro com o primeiro lugar no grid alcançado no Rio de Janeiro. A fase de bons resultados passou ainda por um segundo lugar na prova de longa duração Duas Horas do Velopark, no Rio Grande do Sul, disputada em parceria com Vanue Faria e o atual campeão do Itaipava GT Brasil, Claudio Ricci.

A prova esporádica reuniu no mesmo carro três pilotos que competem separadamente no Itaipava GT Brasil. Cleber Faria e Vanue Faria correm sozinhos, enquanto Claudio Ricci divide com Rafael Derani a pilotagem de um modelo Ferrari F430. Carro que ainda aguarda a instalação de um novo kit, que já chegou ao Brasil, para ganhar um pouco mais de potência em relação aos adversários.

Mesmo sem ele, a dupla fez uma pole position na última passagem da categoria por São Paulo. “Deu tudo certo naquela classificação. Acho que em determinadas circunstancias dá para pensar em repetir, sim. Nós estamos com uma dupla muito competitiva e equilibrada e, sem ter o carro mais rápido, tentamos sempre ganhar na constância”, revela Claudio Ricci. Eles já venceram uma corrida no ano, em Curitiba.

No circuito que tem as retas mais longas do calendário, o Dodge Viper Competition Coupe, único da categoria, pilotado por Pedro Queirolo, também pode ser destacar outra vez, como na passagem mais recente por Interlagos. A etapa deste fim de semana traz de volta ao grid um nome de destaque nos campeonatos anteriores da categoria e que retorna com grande bagagem internacional, depois de experiências na GT3 Européia.

Paulo Bonifácio, que já venceu cinco vezes no Itaipava GT Brasil, firmou o acordo que vinha costurando no intervalo entre as corridas e será o novo parceiro de Lico Kaesemodel no outro Ford GT da BMG Racing. “Eu queria voltar desde a primeira vez que vi o trabalho da equipe no Ford GT, isso me motivava muito, especialmente por dividir a pilotagem com o Lico”, conta Paulo Bonifácio, que desta forma substitui Aluízio Coelho.

“Estou muito ansioso, querendo ver mesmo como está a categoria lá dentro, na pista”, comenta o piloto, afastado do Itaipava GT Brasil desde 2008. “Espero que esta minha experiência lá fora ajude neste retorno. Fico feliz por voltar numa pista que conheço bem e num carro que já andei uma vez e inclusive ganhei corrida de GT3, na Espanha”, acrescenta Paulo Bonifácio.

Novidades que a segunda metade da temporada traz e começa a mostrar nesta sexta-feira (5), com os treinos livres em Interlagos. O fim de semana terá, como de costume, duas corridas, uma no sábado, outra no domingo. A primeira, com largada às 15h50, contará com flashes ao vivo na RedeTV!. A segunda, marcada para 13h00, terá transmissão ao vivo e na íntegra tanto pela RedeTV! quanto pelo portal Terra.

A PROGRAMAÇÃO EM INTERLAGOS
Sexta-feira (6)
10h00 – 10h45 1º Treino Livre
13h00 – 13h45 2º Treino Livre
16h00 – 16h45 3º Treino Livre
Sábado (7)
08h30 – 09h15 4º Treino Livre
10h20 – 11h05 1º Treino Classificatório
11h20 – 12h05 2º Treino Classificatório
15h50 1ª Corrida
Domingo (8)
09h45 – 10h00 Warm Up
13h00 2ª Corrida

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *