GT Open: Corvette e Ferrari vencem em Silverstone

As duplas Miguel Ramos/Nicky Pastorelli (Corvette Z06/ V8Racing) e Matt Griffin/ Duncan Cameron (Ferrari 458/AF Corse) foram os vencedores da quinta etapa da temporada, disputada em Silverstone, na Inglaterra.


Prova 1:

No sábado (13/06), Miguel Ramos/Nicky Pastorelli conquistaram a terceira vitória na temporada. A dupla Andrea Montermini/ Luca Filippi (Ferrari 458/Villorba) terminou em segundo, seguida pela dupla Diederik Sijthoff/Bert Longin (Corvette Z06/ V8Racing).

Montermini dominou o começo da prova, antes da parada obrigatória nos pits. Com os 15 segundos extra pagos pela Vilorba (devido a ser a melhor equipe do campeonato), Filippi retornou a pista em terceiro, atrás de Longin e Pastorelli (que assumiu o carro no lugar do português Ramos).

Na 21ª volta, o holandês passou o belga, que três voltas depois, também perdeu a posição para o italiano.

Pastorelli controlou o ritmo até o final, recebendo a bandeirada com 2s1 de vantagem para Filippi. Longin cruzou em terceiro.

O brasileiro Raphael Suzuki (McLaren MP4-12C/ BhaiTech), em dupla com o italiano Giogio Pantano, terminou em quinto no geral. Na Classe GTS (para carros GT3) foi a terceira vitória da dupla.

O brasileiro Luiz Razia, em dupla com o neozelandês Chris van der Drift, no segundo McLaren da Bhai Tech, terminou em sexto no geral, e segundo na GTS. Porém, após a corrida, eles receberam uma punição contestável de 30 segundos no tempo total por estarem com o carro erguido quando a placa de cinco minutos para o início da corrida foi levantada no grid de largada, ficando com o 5º lugar no GTS.

Final, prova 1:

1 – Ramos-Pastorelli (Corvette Z06) – V8Racing – 34 voltas
2 – Montermini-Filippi (Ferrari 458) – Villorba – 2″128
3 – Sijthoff-Longin (Corvette Z06) – V8Racing – 27″427
4 – Cameron-Griffin (Ferrari 458) – Mtech – 38″374
5 – Suzuki-Pantano (McLaren MP4-12C) – BhaiTech – 48″013
6 – Beretta-Lyons (Ferrari 458 GT3) – AF Corse – 1’14″044
7 – Laursen-Magnussen (Ferrari 458 GT3) – Kessel – 1’15″637
8 – Di Guida-Bleekemolen (Porsche 997 GT3) – Autorlando – 1’25″838
9 – Van Der Drift-Razia (McLaren MP4-12C) – BhaiTech – 1’30″915
10 – Rosell-Mavlanov (Ferrari 458 GT3) – Russian Bears – 1’40″384
11 – Camp-Werkman (Corvette ZR1) – V8Racing – 1 volta
12 – Kogay-Seefried (Porsche 997 GT3) – Rinaldi – 1
13 – Plachutta-Lechner (Mercedes SLS) – Lechner – 1
14 – Bontempelli-De Marco (Ferrari 458 GT3) – Kessel – 1
15 – Simpson-Tomlinson (Ginetta G55) – LNT – 1
16 – Maleev-Ladygin (Ferrari 458 GT3) – Russian Bears – 1
17 – Sdanewitsch-Rugolo (Ferrari 458 GT3) – AF Corse – 1
18 – Swift-Balfe (Ferrari 458 GT3) – Balfe – 1
19 – Earle-Kremer (Ferrari 458 GT3) – Kessel – 1
20 – Cordoni-Camathias (Ferrari 458 GT3) – Ombra – 1
21 – Talkanitsa-Talkanitsa (Ferrari 458) – AF Corse – 2

Abandonos:

Costantini-Barba (Ferrari 458 GT3) – Ombra – 24
Toril-Van Der Zande (Mercedes SLS) – Seyffarth – 18
Volker-Heyer (Mercedes SLS) – Seyffarth – 7
Hamprecht-Kox (Lamborghini Gallardo) – Leipert – 3
Tutumlu-Spavone (Porsche 997 R) – Autorlando – 2

Prova 2:

Neste domingo, os britânicos Cameron/Griffin venceram pela terceira vez no ano. Montermini/Filippi e Sijthoff/Longin completaram o pódio.

Filippi liderou a prova até a parada nos pits, com Montermini retornando a prova em quarto, 39 segundos atrás de Cameron, que assumiu a liderança. Na 17ª volta, Montermini já era o segundo.
Nas voltas finais, Cameron resistiu à pressão de Montermini, recebendo a bandeirada com 3s2 de vantagem. Sijthoff foi o terceiro.

A dupla Miguel Toril/Ranger Van Der Zande (Mercedes SLS/ Seyffarth) terminou em quarto, vencendo na GTS.

Suzuki/Pantano terminaram em sétimo no geral, e quarto na GTS. Razia/van Der Drift abandonaram na 6ª volta, com problemas mecânicos.

Montermini lidera o campeonato no geral com 182 pontos. Filippi, que não disputou uma prova, é o segundo com 168. Pastorelli/Ramos, em terceiro, somam 125. Pantano/Suzuki, com 61 pontos, estão em nonoRazia/Van Der Drift ocupam a 14ª posição, com 37 pontos.
Pela Super GT, Montermini soma 84 pontos, seis a mais do que Filippi.

Toril é o líder na GTS com 39 pontos, um a mais do que Suzuki/Pantano. Razia/van der Drift, com 25, estão em sexto.

A próxima etapa da temporada, em Spa-Francorchamps, na Bélgica, acontece entre os dias 07 e 08 de setembro.

Final, prova 2:

1 – Cameron-Griffin (Ferrari 458) – AF Corse – 24 voltas
2 – Montermini-Filippi (Ferrari 458) – Villorba – 3″209
3 – Sijthoff-Longin (Corvette Z06) – V8Racing – 28″414
4 – Toril-Van Der Zande (Mercedes SLS) – Seyffarth – 33″057
5 – Hamprecht-Kox (Lamborghini Gallardo) – Leipert – 36″444
6 – Rosell-Mavlanov (Ferrari 458 GT3) – Russian Bears – 37″886
7 – Suzuki-Pantano (McLaren MP4-12C) – BhaiTech – 40″277
8 – Bontempelli-De Marco (Ferrari 458 GT3) – Kessel – 41″592
9 – Di Guida-Bleekemolen (Porsche 997 GT3) – Autorlando – 46″746
10 – Tutumlu-Spavone (Porsche 997 R) – Autorlando – 48″480
11 – Beretta-Lyons (Ferrari 458 GT3) – AF Corse – 54″539
12 – Laursen-Magnussen (Ferrari 458 GT3) – Kessel – 1’07″217
13 – Kogay-Seefried (Porsche 997 GT3) – Rinaldi – 1’11″285
14 – Maleev-Ladygin (Ferrari 458 GT3) – Russian Bears – 1’13″977
15 – Swift-Balfe (Ferrari 458 GT3) – Balfe – 1’14″108
16 – Plachutta-Lechner (Mercedes SLS) – Lechner – 1’36″888
17 – Talkanitsa-Talkanitsa (Ferrari 458) – AF Corse – 1’42″517
18 – Camp-Werkman (Corvette ZR1) – V8Racing – 1’50″032
19 – Sdanewitsch-Rugolo (Ferrari 458 GT3) – AF Corse – 1’57″317
20 – Earle-Kremer (Ferrari 458 GT3) – Kessel – 1’57″459
21 – Simpson-Tomlinson (Ginetta G55) – LNT – 2 voltas
22 – Volker-Heyer (Mercedes SLS) – Seyffarth – 3
23 – Ramos-Pastorelli (Corvette Z06) – V8Racing – 5

Abandonos:

Cordoni-Camathias (Ferrari 458 GT3) – Ombra – 7
Costantini-Barba (Ferrari 458 GT3) – Ombra – 7
Van Der Drift-Razia (McLaren MP4-12C) – BhaiTech – 6

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *