GT3 Brasil: Categoria desembarca em Brasília

Treinos, mudança de regulamento e traçado motivam dupla paranaense Alceu Feldmann e Thiago Marques.

Desbancar os americanos nesta temporada da Telefônica Speedy GT3 Brasil não é tarefa das mais fáceis. Até agora, a supremacia do Ford GT40 e do Dodge Viper tem sido a tônica do Campeonato. Apenas a dupla formada pelos paranaenses Alceu Feldmann e Thiago Marques, do Lamborghini Gallardo número 2, conseguiu quebrar a hegemonia desses carros, ao vencer a primeira das quatro corridas disputadas até aqui. As outras três foram dominadas pelos modelos “yankees”.


Mas a vitória em Curitiba só aconteceu devido a uma estratégia arrojada da equipe Action Power, que decidiu não fazer parada para troca de pneus quando a chuva começou a cair na metade da corrida. “Nos beneficiamos do conhecimento que temos da pista e do clima curitibano. Foi uma chuva rápida e quando a pista secou éramos os únicos com pneus slick”, destaca o chefe de equipe, Paulo de Tarso. “Antes de tomarmos essa decisão ocupávamos o quinto lugar na prova, com o Ford GT40 liderando com larga vantagem”, lembra.


Agora, na pista de Brasília, que sedia a terceira rodada dupla da temporada neste fim de semana (14 e 15 de junho), a dupla tenta chegar mais perto dos bólidos americanos. Há duas semanas, Feldmann e Thiago treinaram em Curitiba para resolver o problema de câmbio que enfrentaram nas quatro primeiras provas. A equipe trouxe da Europa o engenheiro David Taylor, que presta serviço para a Reiter, empresa homologada pela Lamborghini para construir os Gallardo de competição.


Após vários testes, o problema foi solucionado, com a troca do compressor da caixa de câmbio. “A partir daí pudemos trabalhar no acerto do carro, porque antes não adiantava mexer em nada, pois as marchas não entravam na hora certa, tirando toda a referência que tínhamos desse carro no ano passado”, ressalta Feldmann, que em 2007 venceu quatro corridas da GT3 com esse modelo.


Outra boa novidade para a dupla paranaense foi anunciada pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) esta semana. O Ford GT40 “ganhou” mais 70 quilos de lastro. Com esse peso extra, espera-se que a disputa fique mais equilibrada, inclusive com um possível aumento do desgaste de pneus do carro que lidera a competição com a dupla Walter Salles e Ricardo Rosset. Esta semana, os atuais campeões Andreas Mattheis e Xandy Negrão anunciaram a troca do Dodge Viper pelo carro da Ford.


Em relação à mudança de regulamento, Thiago Marques não se mostra tão otimista: “não resolve totalmente o problema, pois a potência desses carros é muito grande. O carro era pelo menos três segundos mais rápido que o nosso. Creio que com o lastro a diferença diminua para dois segundos ou mais, o que não resolve. Não entendo que tipo de equalização está sendo feita”, critica o piloto. A esperança dele é que o desempenho do Lamborghini nessa pista seja um pouco melhor, em virtude da característica do traçado: “o misto de Brasília tem curvas de raios mais longos e freadas fortes, o que é propício para o Lamborghini”, diz.


Com esse clima de expectativa, a dupla paranaense entra no circuito de 5.475 metros do Autódromo Nelson Piquet nesta sexta-feira (13) para os treinos livres. No sábado acontece a tomada de tempos e a primeira corrida do fim de semana. No domingo a rodada será fechada com mais uma prova.



RIVAIS NA STOCK, PARCEIROS NA GT3


Alceu Feldmann e Thiago Marques decidiram no início deste ano formar uma das duplas mais equilibradas da GT3. Pilotos da divisão principal da Stock Car há mais de seis temporadas, os paranaenses encaram desafios distintos este ano. Na Copa Nextel são de equipes diferentes (Alceu é da Fertipar/Boettger e Thiago da K-Med/Action Power) e disputam as freadas como adversários. Na GT3 são parceiros, a bordo do Lamborghini Gallardo número 2.


Nesta temporada, o Campeonato dos “supercarros” atraiu muitos pilotos da Stock. Além da dupla paranaense, que é a única formada por dois pilotos da Copa Nextel, Ingo Hoffmann, Giuliano Losacco, Valdeno Brito, Antônio Jorge Neto, Allam Khodair, Guto Negrão, Norberto Gresse e Átila Abreu já pilotaram ou pilotam carros da GT3 ao lado de pilotos iniciantes e oriundos de outras categorias.


CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO – APÓS QUATRO CORRIDAS
1) Ricardo Rosset/Walter Salles, 28 pontos
2) Xandy Negrão/Andreas Mattheis, 26
3) Ingo Hoffman/Paulo Bonifácio, 24
4) Cláudio Ricci/Rafael Derani, 16
5) Thiago Marques/Alceu Feldman, Giuliano Lossaco/Walter Derani e Matheus Stumpf, 11
8) Fábio Ebrahim/Wagner Ebrahim, 10
9) Ramon Matias, 09
10) Antonio Jorge Neto/Renato Catalini, 08
11) Elias Nascimento/Leonardo Burti, 04
12) Allan Khodair/Marcelo Hahn, 03
13) Norberto Gresse/Otávio Mesquita e Abramo Mazzochi, 02
14) Antonio Hermann/Valdeno Brito, 01

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *