GT3 Brasil: CBA confirma título de Negrão e Mattheis

Nenhuma irregularidade foi encontrada nas molas do Viper, que foram analisadas em laboratório. A dupla é a primeira campeã da história do Brasil GT3 Championship.

Após análise das molas dos amortecedores do Dodge Viper Coupé usado pela dupla Xandy Negrão/Andreas Mattheis na rodada dupla decisiva da Brasil GT3 Championship, domingo passado, em Interlagos, os técnicos da Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) confirmaram o título da dupla que venceu as duas corridas.

O resultado aguardava por confirmação após a reclamação técnica da Boni Sports, equipe defendida por Paulo Bonifácio, que na ocasião era o vice-líder da competição e pediu a inspeção de oito itens do carro de Xandy e Mattheis. Dos sete analisados ainda em Interlagos, nenhuma irregularidade foi encontrada. Restava a análise laboratorial das molas, realizada ontem em São Paulo. “As molas estavam em acordo com a ficha de homologação do carro registrada na FIA (Federação Internacional do Automóvel). Portanto, o Viper está dentro do regulamento”, afirmou Clóvis Matsumoto, comissário técnico da CBA.

O resultado da análise confirmou o título para a dupla Xandy Negrão e Andréas Mattheis, que se consagra como a primeira campeã do Brasil GT3 Championship após ter vencido seis corridas na temporada. A confirmação da CBA só ratifica o título de maneira oficial, já que Paulo Bonifácio foi desclassificado da segunda corrida em Interlagos e perdeu os oito pontos do segundo lugar devido à altura na parte dianteira do assoalho do Lamborghini Gallardo – considerada irregular pelos comissários por não ser a mesma da ficha de homologação do modelo na FIA.

Sem estes pontos, Paulo Bonifácio perdeu também o vice-campeonato. Alceu Feldmann – que correu toda a temporada ao lado de Bonifácio e em Interlagos pilotou o Viper em parceria com Abramo Mazzochi – foi alçado à condição de primeiro vice-campeão da história da categoria.

Classificação final do Brasil GT3 Championship:
1º) Andreas Mattheis/Xandy Negrão, 83
2º) Alceu Feldmann, 61
3º) Paulo Bonifacio, 57
4º) Walter Derani/Cláudio Ricci, 51
5º) Renato Catallini, 39
6º) Luiz Paternostro, 36
    Abramo Mazzochi, 36
8º) Rafael Derani/Alencar Jr, 33
9º) Ramon Matias, 32
10º) Antonio Hermann, 27
11º) Roberto Moreno/Carlos Crespo, 17
12º) Lico Kaesemodel, 15
13º) Giuliano Losacco, 14
14º) Valdeno Brito, 12
15º) Marcelo Fernandes/Sergio Laganá , 11
        Átila Abreu, 11
17º) Xandinho Negrão e Walter Salles, 10
18º) Paulo de Tarso/Leonardo Burti, 7
19º) Fábio Casagrande, 6
20º) Amilcar Collares, 4
21º) Sergio Lucio, 2
22º) Guto Negrão, 0    
        Victor Steyer, 0
        João C. Andrade, 0
        Luciano Burti, 0

Campeonato de equipes:
1º) Champion Racing Team – CRT*         99 pts
2º) A. Mattheis Motorsport                   83
3º) Boni Sports (Scuderia 111)              57
4º) Scuderia Occhi                              36
5º) RC Competições                             31
6º) WB Motorsport                               26
7º) WA Mattheis Racing                        10
8º) Action Power (Marques Motorsports)   7
9º) Casagrande Racing                           6

Fotos: Miguel Costa Junior

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *