GT3 Brasil: Condição dos pneus determinou o equilíbrio de forças nesta sexta-feira

Com pneus novos na segunda sessão, Xandy Negrão e Andreas Mattheis deram o troco sobre Ricardo Rosset e Walter Salles, que tinham sido mais rápidos no treino inicial, quando passaram um jogo 0km.

Terceiro lugar fica com o Ferrari F430 da dupla Antonio Jorge Neto e Renato Cattalini.

O equilíbrio entre as duas únicas duplas com chances de conquistar o título do Telefônica Speedy GT3 Brasil marcou a sexta-feira de treinos para a rodada dupla de encerramento da temporada – agendada para este sábado e domingo, em Interlagos.


Se Walter Salles e Ricardo Rosset haviam fechado o primeiro treino do dia na liderança, Xandy Negrão e Andreas Mattheis deram o troco na segunda sessão e retomaram a dianteira na disputa particular entre as duas equipes que utilizam o Ford GT V8 na temporada.


Depois de terminar o treino inicial praticamente empatados – a vantagem de Salles e Rosset foi de apenas quatro milésimos na parte da manhã –, os líderes acabaram se distanciando no período da tarde. Xandy e Mattheis abriram 0s9 de vantagem sobre os adversários, mas a diferença não chegou a tranqüilizar os primeiros colocados na tabela. E muito menos preocupou os atuais vice-líderes.


“Sabemos que usamos pneus novos num momento em que pudemos aproveitar essa vantagem, e por isso pulamos na frente nesse segundo treino. Mas a disputa está bem equilibrada. Os carros estão bem parecidos e só mesmo amanhã é que vamos saber quem tem chance de ficar com a pole, ou de vencer corridas”, disse Xandy Negrão.


A opinião de Ricardo Rosset é semelhante. O ex-piloto da equipe Arrows de Fórmula 1 chamou a atenção para a proximidade no desempenho dos dois Ford GT no momento em que ambos dispunham de pneus em condições similares.


“No treino da tarde os dois carros estavam virando tempos muito próximos, na casa de 1min35s6. Quando o Xandy e o Mattheis passaram pneus novos, conseguiram abrir quase um segundo, e isso é natural. Neste sábado, não temos outra alternativa senão ir para cima, e certamente encontraremos uma situação de equilíbrio”, afirmou Rosset.


Com nove pontos de vantagem sobre os adversários, Xandy e Mattheis podem liquidar a disputa pelo título já neste sábado, durante a primeira corrida do fim de semana. Caso os atuais líderes vençam a prova, o campeonato terá terminado independentemente do resultado de Salles e Rosset.


Na disputa pelo terceiro lugar no campeonato, Lico Kaesemodel e Alceu Feldmann mantiveram a vantagem sobre os irmãos Wagner e Fabio Ebrahim. Eles fecharam o dia em quarto, seis posições à frente dos companheiros na equipe Full Time. Mas, depois dos dois Ford, o melhor carro na pista no final do dia foi o Ferrari F430 da equipe Greco, pilotado por Antonio Jorge Neto e Renato Cattalini.


O resultado completo do segundo treino livre da GT3 em São Paulo foi o seguinte:


 


1º) A.Mattheis/X.Negrão (FG, RJ/SP), 1:34.712, média de 163.78 Km/h
2º) W.Salles/R.Rosset (FG, RJ/SP), 1:35.620
3º) R.Cattalini/Jorge Neto (F4, PR/SP), 1:36.009
4º) A.Feldmann/L.Kaesemodel (VC, PR/PR), 1:36.341
5º) P.Bonifacio/I.Hoffmann (LG, SP/PR), 1:36.626
6º) E.Nascimentos/L.Burti (VC, RJ/SP), 1:36.651
7º) C.Ricci/R.Derani (F4, RS/SP), 1:36.853
8º) M.Hahn/D.Serra (F4, SP/SP), 1:37.328
9º) A.Colares/A.Giaffone N (VC, SP/SP), 1:37.588
10º) W.Ebrahim/F.Ebrahim (VC, PR/PR), 1:37.708
11º) M.Paludo/A.Hermann (P9, RS/SP), 1:37.823
12º) T.Marques/N.de Nigris (LG, PR/SP), 1:38.096
13º) A.Mazzochi/M.Stumpf (VC, RS/RS), 1:38.169
14º) C.Rosa/S.Lucio (F4, RS/SP), 1:38.514
15º) W.Derani/G.Losacco (F4, SP/SP), 1:38.646
16º) J.Pimenta/F.Casagrande (F4, SP/SP), 1:39.177

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *