GT3 Brasil: Ricci quer encerrar temporada com “chave de ouro”

Piloto acredita em bom desempenho em Interlagos.

Pela terceira vez nesta temporada, Cláudio Ricci (CRT Brasil/Cielo/Mad Croc/Mahle) retorna ao autódromo de Interlagos com sua Ferrari, para final do Brasil GT3.


O gaúcho disputa, neste fim de semana (28 e 30/11), a oitava rodada dupla da temporada, disposto a melhorar o desempenho, pois na última etapa em Curitiba enfrentou problemas nas duas provas. “Depois da etapa de Curitiba nós fizemos um treino no circuito paranaense e conseguimos solucionar alguns problemas eletrônicos. O carro foi muito veloz. virando praticamente o mesmo tempo da pole da corrida do final de semana”, destacou.


E, para tentar “saldar” o problema nas duas corridas deste fim de semana, Ricci e seu companheiro, o paulista Rafael Derani, pretendem apostar na estratégia. “A Ferrari tem sua performance mais rápida do meio para o final da corrida, e vamos fazer a estratégia em cima destas circunstâncias”, analisou.


“Com tanque cheio, nosso carro não é rápido, mas tem um ótimo desempenho nas curvas e não cai muito de rendimento com o desgaste de pneus. Com menos peso e o tanque mais vazio, o desempenho perante os rivais fica mais próximo”, continuou Ricci.


Ricci acredita que não terá como competir com o Dodge Viper e o temido Ford GT. “Acredito que o carro agora está muito competitivo, mas sabemos que lutar contra os potentes motores do Viper e do Ford não é uma missão fácil”.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *