GT3 Brasil: Emerson: “Foi fantástico!”

Irmãos Fittipaldi andaram em quarto, tinham o pódio como objetivo possível, mas um problema na troca de pilotos os fez perder mais de 30 segundos na parada de no box.

Emerson Fittipaldi sorria como um novato no box de sua equipe depois da estréia, ao lado do irmão Wilsinho, no Telefônica Speedy GT3 Brasil, em Interlagos, neste sábado. Com Emerson ao volante, o Porsche 997 GT3 Cup S dos irmãos mais importantes do nosso automobilismo largou da oitava posição e chegou a ocupar o quarto posto – quando entrou no box para a troca de turno de pilotagem. Era a vez de Wilsinho. Até este momento, Emerson estava muito otimista: “A primeira parte da prova foi fantástica!”, avaliou. “O carro estava bom, e acho que tínhamos chance de ter um bom resultado neste sábado”, disse o bicampeão mundial de Fórmula 1.


Se o primeiro turno encheu a equipe dos Fittipaldi de esperança já na estréia da dupla e com um carro que mal conhecia – o Porsche chegou ao Brasil apenas na quarta-feira –, o que veio a seguir pegou todos de surpresa. Emerson saiu rapidamente do cockpit para ceder lugar ao irmão, que se acomodou com tranqüilidade. Mas um erro do mecânico no acoplamento do cinto de segurança causou confusão, que acabou levando a outro deslize: o conector do rádio de comunicação com a chefia de equipe não foi instalado. Como resultado, no final do período mínimo de dois minutos para troca de pilotos, Wilson não ouviu as ordens da equipe para voltar à pista. “Isso nos custou pelo menos 30 segundos”, lamentou Emerson. “É pena, pois acho que estávamos mesmo muito bem na pista. Mas, quer saber, foi um dia muito bacana”.


Wilsinho ficou mais chateado que o irmão. “Nosso primeiro turno foi bem legal”, concordou. “Perdemos muitas posições no box, com o erro no rádio. Foi pena por que, como ninguém me passou na pista depois que retornei, acho que estava em um bom ritmo”.  Mas Wilson admitiu que a dupla e sua equipe ainda têm muito o que evoluir. “Temos que treinar”, diagnosticou. “Precisamos conhecer melhor o carro. E nosso ritmo de prova também pode ser melhorado. Vamos trabalhar nisso”. Após cruzar a linha de chegada, o Porsche 997 dos Fittipaldi ocupava a nona colocação.


O Telefônica Speedy GT3 Brasil disputará outra prova em Interlagos neste domingo, a partir das 11h. Válida pela quarta etapa da temporada, a corrida irá ao ar pelo canal por assinatura Sportv2, a partir das 21h.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *