GT3 Brasil: Equipe CRT volta aos treinos em São Paulo

Expectativa é que a temporada 2010 da categoria seja a mais competitiva desde a estréia do Itaipava GT Brasil. Novos competidores e maior número de carros no grid exigirão esforço dobrado da equipe paulista na busca pelo bicampeonato.

A expectativa de uma das temporadas mais competitivas em quatro anos de história do Itaipava GT Brasil motivou a equipe CRT, atual campeã da competição com os pilotos Cláudio Ricci e Rafael Derani, a começar mais cedo os trabalhos de desenvolvimento da Ferrari F430 para o campeonato que começa no próximo dia 21 de março, em São Paulo.

A escuderia levou dois de seus carros para a pista de Interlagos nesta sexta-feira, para o teste de novos componentes. Com duas sessões realizadas pela manhã e uma na parte da tarde, Cláudio Ricci experimentou um novo radiador e novas tomadas de ar no pára-choque dianteiro do modelo F430 – que devem melhorar a eficiência do sistema neste ano.
O treino foi autorizado pela SRO, organizadora do evento, e reforça a posição de vanguarda da CRT no desenvolvimento da F430 no Brasil. A equipe foi responsável por uma série de sugestões de equalização nos carros promovida pela CBA no ano passado, que ajudaram a então GT3 a ter uma das temporadas mais competitivas desde sua estréia no Brasil, em 2007.
“Fizemos alguns testes para comparar a eficiência das melhorias propostas, e devemos ter novidades, também, no motor e no sistema de escape para este ano. Vamos submeter os resultados a CBA, para que estes itens possam ser incluídos, ou não, na lista de melhorias nas Ferrari para este ano”, comentou Ricci. Se aprovadas, as soluções serão repassadas a todas as equipes que utilizam o modelo F430 no GT Brasil.
A CRT Brasil também testou em Interlagos com Walter Derani, que a exemplo de todo o time teve seu primeiro contato com a pista desde a última prova do ano passado. “Acredito que este treino seja de fato muito importante, não só para nossa equipe, mas também para os demais times que usam o modelo F430 da Ferrari no GT Brasil. Em breve teremos os testes de equalização dos novos carros, e estamos trabalhando muito para nos manter competitivos em uma temporada que promete número recorde de marcas e pilotos inscritos”, declarou Derani.
O campeonato de 2010 deve ter, além de Ferrari, Porsche, Viper, Lamborghini e Ford GT – modelos que já competiram nos anos anteriores, o recém-chegado Audi R8. A SRO estuda a possibilidade de liberação das equipes para novos treinos particulares antes do início da temporada. A CRT Brasil fica em Interlagos até amanhã, quando encerra os testes com as Ferrari de números 3 e 70.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *