GT3 Brasil: Ferrari volta a Interlagos após a vitória de Felipe Massa na Fórmula 1

O modelo F430 é um dos destaques da categoria de supercarros que fecha a temporada em São Paulo.

Após a emocionante vitória de Felipe Massa no GP Brasil de Fórmula 1, a Ferrari vermelha está de volta ao autódromo de Interlagos. Em meio aos Lamborghini Gallardo, Ford GT, Dodge Viper Coupé e Porsche 997, o modelo F430 da montadora do cavalinho rampante é o mais famoso e um dos mais fascinantes da GT3 Brasil, a categoria que reúne alguns dos supercarros esportivos presentes no imaginário dos apaixonados por automobilismo e velocidade.


 


“A Ferrari é sempre uma Ferrari, em qualquer lugar que ela estiver. É uma honra e uma grande responsabilidade trabalhar com esses carros, além de despertar a paixão de quem acompanha e gosta de corridas”, comenta Fábio Greco, chefe da equipe Pósitron/Greco, que neste fim de semana (28-30/11) alinha o modelo F430 GT no Autódromo de Interlagos para a oitava e última rodada dupla da competição. As corridas de sábado (16h31) e domingo (15h17) serão transmitidas ao vivo pelo canal de internet Race TV (www.racetv.com.br).


 


Sinônimo de status e alta performance, na GT3 a Ferrari também é um sonho de consumo para os pilotos. “Se eu fosse escolher um carro para guiar apenas por gosto, com certeza seria a Ferrari, por tudo o que ela representa ao longo do tempo”, explica o campineiro Antonio Jorge Neto. Ele garante que o prazer de competir com o F430 é incomparável. “É uma satisfação enorme correr com a Ferrari. O ronco e o prazer de guiar não têm igual. Com as adequações corretas de regulamento, será ainda mais sensacional”, exclama o piloto. “Na verdade, é um orgulho, a realização de um sonho de criança”, ressalta o paranaense Renato Cattalini, que divide o cockpit com Neto.


 


Com a passagem de Rubens Barrichello e Felipe Massa pela Ferrari nas últimas nove temporadas da F1, o brasileiro se tornou ainda mais apaixonado pela montadora italiana. E para despertar ainda mais esse fascínio, a cor predominante da F430 da equipe Pósitron/Greco, é justamente a vermelha. “Seja um carro de competição ou o modelo esportivo de rua, todo mundo quer andar numa Ferrari. E comigo não é diferente. Isso dá ainda mais motivação para competir”, afirma Antonio Jorge Neto.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *