GT3 Brasil: Fim de semana difícil para Ingo e Boni

Confusão na largada mais dois pneus estourados e dupla sai de Brasília sem marcar pontos,mas mantém 3ª. posição no campeonato. Ford GT, o imbatível, vence outra com Rosset/Salles.

Só dá o Ford GT no Brasil GT3 Championship, campeonato de carros Gran Turismo, que realizou nesse fim de semana a 3ª. rodada dupla da temporada. Hoje, mais uma vez a vitória ficou com o carro norte-americano, dessa vez com a dupla Ricardo Rosset/Walter Salles, seguida de Xandy Negrão/Adreas Mattheis – que também corre com o Ford GT e vencedora da corrida de ontem – na segunda posição. Para a dupla Ingo Hoffmann/Paulo Bonifácio, que corre com Lamborghini Gallardo, o consolo foi ter mantido a 3ª. posição no campeonato, apesar de não ter marcado nenhum ponto no fim de semana.

Hoje, Ingo que classificou na 5ª. posição no grid, teve corrida conturbada. Uma confusão com as luzes na largada, fez com que vários pilotos perdessem posições, inclusive o pole position Xandy Negrão. Assim, Ingo caiu para 12º. Veio tentando recuperar o prejuízo e na volta 7 quando ocupava o 8º. lugar, o pneu traseiro esquerdo estourou. Entrou para boxe, fez a troca e retornou na 11ª. posição. Porém, na volta 12, outro pneu estourado obrigou Ingo a retornar aos boxes de novo.

“Na largada foi uma confusão, até registrei uma reclamação junto à direção de prova. Quando vi que a luz vermelha não apagou, fiquei na minha, meio indeciso pois vários carros foram passando por mim… Depois o pneu explodiu… Deu tudo errado, é um fim de semana para esquecer. O fato positivo é que enquanto estivemos na pista, nossos tempos eram bastante competitivos”, ressalta Ingo.

Boni, que na corrida da véspera abandonou na segunda volta, assumiu a condução do carro na volta 14, na última posição, a uma volta do líder, que nesse momento passou a ser Walter Salles. Levou o carro até a volta 22 de um total de 29, com a carenagem traseira do carro bastante danificada, em função dos estragos dos pneus estourados. O pódio foi completado por Wagner Ebrahim/Fabio Ebrahim, com Dodge Viper, na terceira posição.

Quanto ao desempenho do Ford GT, que recebeu lastro de 70 kg adicionais aos 40kg existentes a partir dessa prova, o que estava gerando grande curiosidade, o carro continua sobrando. Venceu as duas etapas do fim de semana, somando agora 4 vitórias em 6 corridas, além de 6 poles.

Com a vitória de ontem e o segundo lugar hoje, a dupla Andréas/Xandy sai líder de Brasília, somando 44 pontos. Rosset/Salles caiu para segundo, com 38; e Ingo/Boni, 24. A próxima etapa está marcada para 13 de julho, em São Paulo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *