GT3 Brasili: Atual campeão da Stock, Meinha prepara Ferrari para etapa de Curitiba e anuncia planos

Rosinei Campos, dono da RC Competições, equipe campeã e vice de pilotos em 2006 na Stock Car, estará em Curitiba e se impressionou com o carro.

Mais um grande chefe de equipe e preparador ingressa no Brasil GT3 Championship, o novo campeonato de supercarros que faz sua temporada de estréia no Brasil. Depois das contratações dos consagrados Washington Bezerra (responsável pela preparação de um Porsche 997 GT3), Luiz “Dragão” Alberto Trinci e Augusto Cesário (ambos com modelos Ferrari F430 sob seus cuidados), o novo reforço da categoria é Rosinei Campos, conhecido no automobilismo como “Meinha”. Dono da equipe RC Competições, no ano passado Campos conquistou com seus dois pilotos (Cacá Bueno e Antonio Jorge Neto) a primeira e a segunda colocações da temporada da Stock Car V8.

O chefe de Cacá Bueno e Antônio Jorge Neto fará a preparação do carro da dupla Luiz Otávio Paternostro/Renato Cattalini na próxima rodada dupla da GT3, em Curitiba, nos dias 29 e 30 de setembro. Meinha revelou que vinha recebendo vários convites de equipes do Brasil GT3 Championship, mas que levou em conta a amizade com Paternostro – que foi seu piloto na Stock Car em 2004 – e fará as corridas da capital paranaense como uma “experiência”.

“Desde que começou a GT3, o Paternostro vinha me convidando para ajudar na preparação do carro dele. Outros pilotos também me consultaram, mas por causa do meu compromisso com a Stock Car (seu piloto, Cacá Bueno, lidera o campeonato) eu vinha recusando. Porém foi muito difícil resistir e por causa da minha amizade com o Luiz Otávio, e como ele já foi piloto da minha equipe, nós temos um bom entrosamento e por isso resolvi aceitar o convite”, afirmou Campos. “Foi uma decisão rápida e vamos sentir como é trabalhar na categoria, vamos experimentar”, disse, anunciando que tem planos para disputar o Brasil GT3 Championship em 2008 com sua própria equipe.

“A preparação para a temporada 2008 é uma das razões de eu ter aceitado o convite. Tenho planos de disputar a GT3, mas para isso preciso levar em conta uma série de fatores, como a coincidência de datas com a Stock Car. Este ano não houve etapas que coincidissem, mas não sabemos como será no próximo ano. Quero montar uma estrutura independente da que tenho na Stock e por isso preciso saber os calendários”, apontou.

Sobre trabalhar com os carros da categoria, que reúne marcas que são verdadeiros mitos, Meinha disse estar se acostumando. “Estou lendo todos os manuais para saber no que pode mexer, já que o regulamento é bem restrito”, disse. “Mas fiquei impressionado logo de cara. São carros muito bem construídos, reúnem o que há de melhor em engenharia. Bom, não poderia ser de outra forma, vou trabalhar com um Ferrari. Nem precisa falar muito”, afirmou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *