GT3: Ingo Hoffmann estréia na GT3 ao lado de Boni

O Alemão, maior vencedor da Stock Car confirma presença na mais nova competição de Gran Turismo do país, em dupla com Paulo Bonifácio, ao volante do Lamborghini.

Ingo Hoffmann/Paulo Bonifácio é mais uma dupla de peso que confirma presença no Brasil GT3 Championship, novo campeonato de Gran Turismo do Brasil, onde correm super esportivos, verdadeiras jóias da indústria automotiva mundial. A dupla estará ao volante do Lamborghini Gallardo, um dos carros esportivos mais rápidos do mundo, que conta com motor V10 com 500 cavalos de potência.

O Alemão está motivado com o novo desafio. “Estou bastante empolgado com esse campeonato, que é novo tanto a nível internacional como no Brasil, onde a categoria estreou ano passado. Nunca andei num carro desses, realmente são super máquinas que todo piloto gostaria de pilotar. Estou contente com essa parceria com o Boni, a equipe é bem estruturada, gosto de novos desafios”, disse Ingo, a “lenda” , que no próximo dia 28/2 completa 55 anos e além da GT3, continua na Stock Car e no Rally.

Paulo Bonifácio, o Boni, dono da equipe (Boni Sports) segue para sua segunda temporada na categoria. Ano passado, ao volante do Lamborghini, venceu 4 das 10 corridas, fez 6 poles e terminou na 3ª. colocação do campeonato. Com uma temporada de experiência, Boni acredita que Ingo vai trazer equilíbrio à equipe.

“Recebemos muitas propostas, mas o que me motivou a fazer a parceria com o Ingo, foi não só o fato dele ser um piloto rápido. Para ganhar envolve também ter uma estrutura emocional, a competitividade é grande. E o Ingo tem um background de vencedor, toda uma experiência de mais de 30 anos de carreira, 12 títulos na Stock, ele tem muito a trazer para a equipe. Estou muito orgulhoso e contente de trabalhar com o Alemão”, comentou Boni.

O calendário prevê oito etapas, com início em abril. A disputa segue os mesmos padrões do campeonato FIA GT3 realizado na Europa. Em cada etapa acontecem duas baterias e a troca dos pilotos é obrigatória em todas as corridas. Além disso, o desempenho dos carros é equalizado, evitando a desigualdade de performance entre super máquinas como Lamborghini, Ferrari, Porsche, Viper, entre outros.

Os pilotos são divididos em quatro categorias de acordo com a experiência: platina, ouro, prata e bronze. Não é permitido que os mais qualificados estejam na mesma equipe, visando manter o equilíbrio da competição. Além de Ingo, ex-pilotos de F-1 confirmam presença como Nelson Piquet, Roberto Pupo Moreno, Ricardo Rosset, além de feras da Stock Car: Giuliano Losacco, Daniel Serra, Thiago Marques, Valdeno Brito, Alceu Feldman, entre outros. Até o momento, 23 carros têm reservas na lista divulgada pela oganização.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *