IMSA WeatherTech Sportscar Championship: Dana Cameron/Eric Curran vencem em Mosport

A dupla Dana Cameron/Eric Curran (Cadillac DPi/AXRacing) venceu no domingo (09/07) no Canadian Tire Motorsport Park, em Mosport, no Canadá, a sétima etapa do IMSA WeatherTech Sportscar Championship. A dupla Misha Goikhberg/Stephen Simpson (ORECA LMP2/JDC-Miller) terminou em segundo, seguida pela dupla Scott Sharp/Ryan Dalziel (Nissan DPi/ESM).

Faltando 48 minutos para o final (de um total de 2h40 de prova) um temporal atingiu o circuito canadense. Os sete carros na volta do líder foram para os pits trocar os pneus. Com apenas Jordan Taylor (Cadillac DPi/ Wayne Taylor Racing) optando por continuar com pneus slicks, e caindo da segunda para a quarta posição na relargada (bandeira amarela devido à condição de pista escorregadia).

Com a pista secando, e as equipes retornando aos boxes, para recolocar os pneus slicks, Taylor assumiu a liderança, com 2h10m de prova. Jordan, que divide a condução do Cadillac DPi-V.R #10 com o irmão Ricky Taylor, caminhava para levar o carro a sexta vitória em sete provas, quando se envolveu em um forte acidente faltando 21 minutos para o final.

O Cadillac DPi-V.R  e o Chevrolet Corvette C7.R guiado por Tommy Milner se tocaram, com o Corvette acertando com força a barreira de pneus. A bandeira amarela foi acionada. Jordan continuou na pista, com o carro muito avariado.

Na relargada, restando dez minutos de prova, Taylor foi rapidamente superado, com Cameron assumindo a liderança, seguido de perto por Simpson.

Nos minutos finais David Ostella (Ligier LMP2/PR1/Mathiasen) perdeu o controle do protótipo e capotou. Assim como Milner, Ostella saiu ileso.

Com a bandeira amarela acionada, Cameron cruzou a linha de chegada, seguido por Simpson. Sharp/Dalziel completaram o pódio no geral e na classe Prototype.

O brasileiro Christian Fittipaldi (Cadillac DPi/AXRacing), em dupla com o português João Barbosa, terminou na sexta posição. Depois de terem problemas com um pneu furado, a dupla recolocou o carro da classe Prototype de volta a disputa pelas primeiras posições. Porém nos minutos finais da prova Barbosa se envolveu em um toque com Simpson, na disputa pela segunda posição. Caindo para a sexta posição.

“Estou muito chateado, porque perdemos uma oportunidade muito grande de poder encostar no Cadillac #10 no campeonato, principalmente depois de um final de semana difícil. Em grande parte da corrida, nosso carro era o mais lento da pista. Sofremos com o balanço do carro a etapa inteira e continuamos tocando na corrida. Nos beneficiamos de várias situações diferentes e, no final, estávamos andando lá na frente. Mas infelizmente não deu”, lamentou Fittipaldi.

“Só fico contente pela vitória do outro carro da equipe Action Express. Poderíamos ter feito a dobradinha, na pior das hipóteses terminar em primeiro e terceiro. Agora é virar a página e partir pra próxima”, completou o brasileiro.

O brasileiro Luis Felipe “Pipo” Derani (Nissan DPi/ESM), em dupla com Johannes van Overbeek, abandonou a prova.

Os irmãos Taylor lideram o campeonato na Prototype com 226 pontos, 19 a mais do que Fittipaldi/Barbosa.

Pela classe PC vitória da dupla James French/Pato O’Ward (ORECA FLM09/ Performance Tech Motorsports). A dupla lidera o campeonato com 216 pontos.

Pela classe GT Le Mans (GTLM) vitória da dupla Bill Auberlen/Alexander Sim (BMW M6 GTLM/ BMW Team RLL).

A dupla Jan Magnussen/Antonio Garcia lidera o campeonato com 182 pontos.

Pela classe GTD vitória da dupla Andrew Davis/ Lawson Aschenbach ((Audi R8 LMS GT3/Stevenson)

O brasileiro Oswaldo Negri Jr. (Acura NSX GT3/Michael Shank Racing), em dupla com Jeff Segal, terminou na 26ª posição geral, e décima no geral.

A dupla Christina Nielsen/Alessandro Balzan lidera o campeonato com 203 pontos.

A próxima etapa, apenas com as classes GTLM e GTD, acontece no dia 22 de julho, no Lime Rock Park.

As quatro classes voltam a competir juntas no dia 6 de agosto em Road America, Elkhart Lake (EUA).

Final:

1 – Cameron-Curran (Cadillac DPi) – AXRacing – 122 voltas
2 – Goikhberg-Simpson (ORECA LMP2) – JDC-Miller – 8″295
3 – Sharp-Dalziel (Nissan DPi) – ESM – 12″420
4 – Nunez-Bomarito (Mazda DPi) – Mazda – 13″234
5 – Long-Miller (Mazda DPi) – Mazda – 14″716
6 – Barbosa-Fittipaldi (Cadillac DPi) – AXRacing – 21″083
7 – Taylor-Taylor (Cadillac DPi) – Taylor – 2
8 – French-O’Ward (ORECA FLM09) – Perf.Tech – 5
9 – Auberlen-Sims (BMW M6 GTLM) – RLL – 5
10 – Edwards-Tomczyk (BMW M6 GTLM) – RLL – 5
11 – Briscoe-Westbrook (Ford GT) – Ganassi – 5
12 – Magnussen-Garcia (Chevrolet Corvette C7R) – Corvette – 5
13 – Mueller-Hand (Ford GT) – Ganassi – 5
14 – Vanthoor-Bruni (Porsche 911 RSR) – Porsche – 5
15 – Boulle-Ostella (Ligier LMP2) – PR1/Mathiasen – 6
16 – Yount-Lewis (ORECA FLM09) – BAR1 – 6
17 – Aschenbach-Davis (Audi R8 LMS GT3) – Stevenson – 8
18 – Lally-Legge (Acura NSX GT3) – Shank – 8
19 – Nielsen-Balzan (Ferrari 488 GT3) – Scuderia Corsa – 8
20 – Curtis-Klingmann (BMW M6 GT3) – Turner – 8
21 – Pruett-Karam (Lexus RCF GT3) – 3GT – 8
22 – Mul-Lewis (Lamborghini Huracan GT3) – Change – 8
23 – Keating-Bleekemolen (Mercedes-AMG GT3) – Riley – 8
24 – Sellers-Snow (Lamborghini Huracan GT3) – Miller – 8
25 – Lindsey-Bergmeister (Porsche 911 GT3 R) – Park Place – 9
26 – Segal-Negri Jr (Acura NSX GT3) – Shank – 9
27 – MacNeil-Jeannette (Mercedes-AMG GT3) – Riley – 9
28 – Vance-Grist (ORECA FLM09) – BAR1 – 9
29 – Alon-Hawksworth (Lexus RCF GT3) – 3GT – 9
30 – Vautier-Habul (Mercedes-AMG GT3) – SunEnergy1 – 10
31 – Bennett-Braun (Porsche 911 GT3 R) – CORE – 10
32 – Morad-de Quesada (Porsche 911 GT3 R) – Alegra – 10
33 – Pilet-Werner (Porsche 911 RSR) – Porsche – 13
34 – Gavin-Milner (Chevrolet Corvette C7R) – Corvette – 20
35 – Derani-van Overbeek (Nissan DPi) – ESM – 33
36 – Goossens-Van Der Zande (Multimatic/Riley LMP2) – SDR – 87

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *