Indy Lights: GP de Long Beach volta ao calendário da Indy Lights depois de oito anos

Na categoria de acesso à principal divisão dos EUA, prova já foi vencida por Helio Castroneves (1997) e Cristiano da Matta (1998).

Depois de oito anos longe das charmosas ruas de Long Beach, na Califórnia, a Fórmula Indy Lights volta neste domingo (19) ao circuito que, desde 1975, recebe provas de categorias importantes do automobilismo norte-americano e mundial. O traçado de 3.167 metros montado nos arredores do Convention Center estava ausente do calendário da categoria desde 2001. Por esse motivo, apesar de histórico, representa uma novidade para pilotos e equipes.

 

Sem a referência de anos anteriores, pilotos e engenheiros terão de trabalhar rápido no acerto do carro para garantir uma boa posição no grid de largada – algo sempre importante em uma pista estreita e com apenas um ponto de ultrapassagem. “Não temos dados recentes de telemetria, e por isso nos primeiros treinos vamos usar um acerto baseado no que testamos há duas semanas, nas ruas de São Petersburgo”, afirma o paulista Mario Romancini, que faz sua temporada de estréia no automobilismo norte-americano e ocupa a sexta posição no campeonato.

 

Vindo de uma rodada dupla realizada em um traçado de características semelhantes, ele já traçou a estratégia para a prova deste domingo, que passa, obrigatoriamente, pela conquista de um bom lugar no grid de largada. “Pelo que falei com meu engenheiro, essa pista tem apenas um ponto de ultrapassagem, e por isso mais uma vez o treino de classificação será meio caminho para um bom resultado”, acrescentou o brasileiro.

 

Terceira vitória – Sede de memoráveis corridas de Fórmula 1 entre 1975 e 1983 – como a que rendeu a vitória à Brabham de Nelson Piquet e o terceiro lugar ao Copersucar de Emerson Fittipaldi, em 1980 –, Long Beach recebe corridas da Fórmula Indy desde 1984. Em 1989 a Indy Ligths passou a fazer a preliminar do evento, mas nos 13 anos em que permaneceu no calendário da categoria de acesso, a prova californiana teve apenas dois vencedores brasileiros: Helio Castroneves, em 1997, e Cristiano da Matta, no ano seguinte.

 

Por esse motivo, caso termine na primeira colocação a corrida deste domingo, Romancini se tornará o terceiro brasileiro a vencer uma prova da Indy Lights nas ruas de Long Beach. Uma responsabilidade que ele prefere não assumir em seu ano de estréia na categoria.

 

“Se eu tiver carro para vencer, sem dúvida nenhuma vou buscar o primeiro lugar”, disse o brasileiro. “Mas acho cedo para falar em vitória. Farei minha terceira corrida na categoria e, por coincidência, a terceira em circuito de rua. Mas ainda estou em fase de adaptação. Além disso acredito que a prova deste domingo possa reservar algumas surpresas, já que as equipes estão sem referência do traçado em virtude do longo período em que Long Beach ficou de fora do calendário da Indy Lights”, encerrou Romancini.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *