Indy500: Na volta final, Ryan Hunter-Reay vence as 500 Milhas de Indianápolis

Com uma ultrapassagem na última volta, o norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport) venceu neste domingo (25/05), as 500 Milhas de Indianápolis. O brasileiro Hélio Castroneves (Penske) terminou em segundo, seguido pelo norte-americano Marco Andretti (Andretti Autosport).

Após uma bandeira vermelha (de paralisação de prova), a bandeira verde foi agitada na 193ª volta, com Hunter-Reay e Castroneves iniciando uma intensa batalha pela liderança.

Nas voltas finais, os dois se alternaram na liderança, até que na volta final, Hunter-Reay assumiu a ponta. Castroneves, em busca de sua quarta vitória na prova, foi para cima, mas o norte-americano recebeu a bandeirada com 0s0600 de vantagem, a segunda menor da história. Andretti foi o terceiro.

O colombiano Carlos Munoz (Andretti Autosport) terminou em quarto, seguido pelo colombiano Juan Pablo Montoya (Penske) e o norte-americano Kurt Busch (Andretti Autosport).  Busch completa a sua jornada dupla com a disputa da Coca-Cola 600, etapa da NASCAR Sprint Cup Series, em Charlotte.

O francês  Sébastien Bourdais (KVSH Racing), Power, o norte-americano Sage Karan (Dreyer & Reinbold -Kingdom Racing w/CGR) e o norte-americano J.R.Hildedrand (Ed Carpenter Racing) completaram os dez primeiros.

Vencedor da prova em 1995, e retornando as provas da IndyCar após 19 anos, o canadense Jacques Villeneuve (Schmidt Peterson Motorsports) fez uma prova discreta e terminou na 14ª posição.

Única mulher na prova, a britânica Pippa Mann (Dale Coyne Racing) terminou em 24º.

O brasileiro Tony Kanaan (Chip Ganassi), vencedor em 2013, teve problemas no começo da prova, e perdeu muito tempo parado nos boxes. Ele retornou a prova, sendo o 26º no final com 19 voltas de atraso.

Com as 150 primeiras voltas disputadas em bandeira verde, a prova se desenvolveu em um ritmo alucinante, com várias trocas de lideranças. O canadense James Hinchcliffe (Andretti Autosport), o pole o norte-americano Ed Carpenter (ECR), Castroneves, Hunter-Reay, Andretti e o colombiano Juan Pablo Montoya (Penske) se revezavam na liderança.

As paradas nos boxes com bandeira verde, na média de uma cada 30 voltas, se transformaram em momentos chaves da prova.

Na sua segunda parada, na 63ª volta, o brasileiro Tony Kanaan (Chip Ganassi), vencedor em 2013, por um erro de calculo da equipe, ficou sem combustível, e perdeu muito tempo parado nos boxes. Retornou a prova com 18 voltas de atraso, e sem mais nenhuma chance de tentar a segunda vitória.

Montoya e Power também tiveram problemas nos pits, pouco antes da primeira amarela. Os dois foram punidos com um drive-through, quando eram primeiro e segundo na prova.

Na 150ª volta aconteceu a primeira bandeira amarela. O norte-americano Charlie Kimball (Chip Ganassi) bateu na curva 2. Na relargada, na 156ª volta, Hunter-Reay e Carpenter passaram a se revezar na liderança.

O neozelandês Scott Dixon (Chip Ganassi) bateu forte na 168ª volta, provocando a segunda amarela.

Na relargada, na 176ª volta, Hinchcliffe e Carpenter junto com o norte-americano Towsend Bell (Robert Graham KV Racing Technology), vinham lado a lado na curva, quando se tocaram, e ambos foram para o muro. Fora dos carros os ânimos dos dois pilotos tiveram que ser acalmados pelos comissários de prova.

Após a relargada, Andretti, Reay e Andretti se revezavam na ponta, até que Bell (que vinha em quinto), perdeu o controle do carro na curva 2, e acertou com força a barreira de segurança (o Safety Wall).

A prova foi paralisada em bandeira vermelha, com os carros parando nos boxes. Além da limpeza da pista, uma parte do Safety Wall teve que ser consertado. Foram sete minutos de paralisação.

Nas seis voltas finais, Hunter-Reay e Castroneves trocaram de posição várias vezes, até o Campeão de 2012 fazer a ultrapassagem sobre o brasileiro na volta final. Hunter-Reay completou a volta final a 220.927 mph, e Castroneves a 220.729 mph, o que foi essencial para primeira vitória do norte-americano no IMS.

A menor diferença da história da prova aconteceu em 1992. 0s43 entre o norte-americano Al Unser Jr. e o canadense Scott Goodyear.

A prova teve 2h40m48s2305 de duração. Montoya marcou a volta mais rápida: 39s9661 (225.191 mph) na volta 182.

Onze pilotos lideraram a prova. Hunter-Reay, 56 voltas, Castroneves, 38, Carpenter, 26, Power, 22, Andretti, 20, Montoya, 16, Hinchcliffe, 14, o canadense Alex Tagliani (Sarah Fisher Hartman Racing), três, Dixon, três, o russo Mikhail Aleshin (Schmidt Peterson Motorsports) e Kanaan, uma cada.

Com a pontuação dobrada nas três provas de 500 Milhas deste ano (Indy 500, Pocono Raceway e Auto Club Speedway), Hunter-Reay assumiu a liderança do campeonato com 274 pontos. Power, em segundo soma 234.

A próxima etapa, em rodada dupla, acontece em Detroit, entre os dias 31 de maio e 01 de junho.

Final:

1. #28 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Honda 200 voltas em 2h40m48s2305
2. #3 Helio Castroneves Team Penske Chevrolet + 0.06s
3. #25 Marco Andretti Andretti Autosport Honda + 0.3171s
4. #34 Carlos Munoz Andretti Autosport – HVM Racing Honda + 0.7795s
5. #2 Juan Pablo Montoya Team Penske Chevrolet + 1.3233s
6. #26 Kurt Busch Andretti Autosport Honda + 2.2666s
7. #11 Sebastien Bourdais KVSH Racing Chevrolet + 2.6576s
8. #12 Will Power Team Penske Chevrolet + 2.8507s
9. #22 Sage Karam Dreyer and Reinbold–Kingdom Racing Chevrolet + 3.2848s
10. #21 JR Hildebrand Ed Carpenter Racing Chevrolet + 3.4704s
11. #16 Oriol Servia Rahal Letterman Lanigan Racing Honda + 4.1077s
12. #77 Simon Pagenaud Schmidt Peterson Motorsports Honda + 4.5677s
13. #68 Alex Tagliani Sarah Fisher Hartman Racing Honda + 7.6179s
14. #5 Jacques Villeneuve Schmidt Peterson Motorsports Honda + 8.177s
15. #17 Sebastian Saavedra KV AFS Racing Chevrolet + 8.5936s
16. #33 James Davison KV Racing Technology Chevrolet + 9.1043s
17. #18 Carlos Huertas Dale Coyne Racing Honda + 12.1541s
18. #8 Ryan Briscoe NTT Data Chip Ganassi Racing Chevrolet + 13.3143s
19. #14 Takuma Sato AJ Foyt Racing Honda + 13.795s
20. #98 Jack Hawksworth Bryan Herta Autosport Honda + 13.8391s
21. #7 Mikhail Aleshin Schmidt Peterson Motorsports Honda + 2 voltas
22. #19 Justin Wilson Dale Coyne Racing Honda + 2
23. #41 Martin Plowman AJ Foyt Racing Honda + 4
24. #63 Pippa Mann Dale Coyne Racing Honda + 7

Abandonos:
#6 Townsend Bell KV Racing Technology Chevrolet + 10
#10 Tony Kanaan Target Chip Ganassi Racing Chevrolet + 23
#20 Ed Carpenter Ed Carpenter Racing Chevrolet + 25
#27 James Hinchcliffe Andretti Autosport Honda + 25
#9 Scott Dixon Target Chip Ganassi Racing Chevrolet + 33
#67 Josef Newgarden Sarah Fisher Hartman Racing Honda + 44
#83 Charlie Kimball Novo Nordisk Chip Ganassi Racing Chevrolet + 51
#91 Buddy Lazier Lazier Partners Racing Chevrolet + 113
#15 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Honda + 156

Volta mais rápida:

#2 Juan Pablo Montoya Team Penske Chevrolet 225.191mph 39.9661s na volta 182

Campeonato:

1. Ryan Hunter-Reay 274pts
2. Will Power 234pts
3. Hélio Castroneves 220pts
4. Simon Pagenaud 211pts
5. Marco Andretti 192pts
6. Carlos Muñoz 160pts
7. Juan Pablo Montoya 152pts
8. Sébastien Bourdais 143pts
9. Scott Dixon 132pts
10. Justin Wilson 123pts
11. Ryan Briscoe 121pts
12. Takuma Sato 113pts
13. Jack Hawksworth 113pts
14. Josef Newgarden 109pts
15. James Hinchcliffe 105pts
16. Tony Kanaan 104pts
17. Sebastian Saavedra 101pts
18. Mikhail Aleshin 96pts
19. Mike Conway 93pts
20. Carlos Huertas 93pts
21. Charlie Kimball 92pts
22. Oriol Servià 88pts
23. Kurt Busch 80pts
24. Graham Rahal 79pts
25. JR Hildebrand 66pts
26. Sage Karam 57pts
27. Ed Carpenter 53pts
28. James Davison 34pts
29. Jacques Villeneuve 29pts
30. Alex Tagliani 28pts
31. Townsend Bell 22pts
32. Pippa Mann 21pts
33. Martin Plowman 18pts
34. Buddy Lazier 11pts
35. Franck Montagny 8pts

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *