IndyCar: Will Power vence a primeira prova em Detroit

O australiano Will Power (Penske) venceu neste sábado (31/05), a primeira prova da rodada dupla do GP de Detroit, nos EUA, sexta etapa da temporada. Foi a 23ª vitória de Power na categoria. Graham Rahal (Rahal Letterman Racing) e Tony Kanaan (Chip Ganassi) completaram o pódio.

Power, que largou da 16ª posição, assumiu a liderança na relargada final, na 60ª volta, ao ultrapassar o compatriota Ryan Briscoe (Chip Ganassi). Pouco depois, Briscoe entrou nos boxes, para o seu último pit stop.

Nas dez voltas finais, Power resistiu aos ataques de Rahal, vencendo com apenas 0s338 e vantagem. Kanaan conquistou o seu primeiro pódio no ano.

O britânico Justin Wilson (Dale Coyne) foi o quarto, seguido pelo brasileiro Hélio Castroneves (Penske), que largou na pole e liderou 30 voltas. Castroneves entrou nos boxes pela última vez na 46ª volta, e acabou prejudicado quando o russo Mikhail Aleshin (Schmidt Peterson) ficou parado na pista, depois de um toque com o canadense James Hinchcliffe (Andretti Autosport) na 56ª volta. Power, Rahal e Kanaan, que pararam depois, puderam economizar combustível durante a amarela.

Hinchcliffe terminou em sexto, seguido pelos colombianos Carlos Munoz (Andretti Autosport) e Carlos Huertas (Dale Coyne), que se recuperou de um drive-through. Os norte-americanos Charlie Kimball (Chip Ganassi) e Marco Andretti (Andretti Autosport) fecharam os dez primeiros.

Vencedor das 500 Milhas de Indianápolis, e líder do campeonato, o norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport), fez uma prova discreta, e ainda se envolveu em um acidente na volta final. Terminou na 16ª posição.

O britânico Jack Hawksworth (Bryan Herta Racing) teve problemas de freios, durante o primeiro pit stop, quando era segundo colocado, atrás de Castroneves. Ele perdeu cinco voltas, terminando na 19ª posição.

Vencedor da prova no ano passado, o britânico Mike Conway (Ed Carpenter Racing), vinha entre os primeiros, até bater na 14ª volta.

Castroneves liderou 30 voltas, Power, 21, Rahal, 10, Briscoe, 5, Aleshin duas, Andretti e o neozelandês Scott Dixon (Chip Ganassi), uma cada.

Foram quatro bandeiras amarelas, por 17 voltas. 

Rahal fez a melhor volta da prova: 1m17s6399 (108.965 mph) na 69 volta.

Amanhã acontece o treino que define o grid para a segunda prova. A largada acontece às 16h30min, horário de Brasília. 

Final:

1. #12 Will Power Team Penske Chevrolet 70 voltas em 1h49m29s9323
2. #15 Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Honda + 0.3308s
3. #10 Tony Kanaan Target Chip Ganassi Racing Chevrolet + 5.5096s
4. #19 Justin Wilson Dale Coyne Racing Honda + 8.5951s
5. #3 Helio Castroneves Team Penske Chevrolet + 10.7365s
6. #27 James Hinchcliffe Andretti Autosport Honda + 11.5074s
7. #34 Carlos Munoz Andretti Autosport – HVM Racing Honda + 14.8813s
8. #18 Carlos Huertas Dale Coyne Racing Honda + 26.5965s
9. #83 Charlie Kimball Novo Nordisk Chip Ganassi Racing Chevrolet + 32.5852s
10. #25 Marco Andretti Andretti Autosport Honda + 33.1818s
11. #9 Scott Dixon Target Chip Ganassi Racing Chevrolet + 33.3522s
12. #2 Juan Pablo Montoya Team Penske Chevrolet + 34.0094s
13. #11 Sebastien Bourdais KVSH Racing Chevrolet + 36.024s
14. #17 Sebastian Saavedra KV AFS Racing Chevrolet + 37.0532s
15. #8 Ryan Briscoe NTT Data Chip Ganassi Racing Chevrolet + 56.6632s
16. #28 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Honda + 1 volta
17. #7 Mikhail Aleshin Schmidt Peterson Motorsports Honda + 2 voltas
18. #14 Takuma Sato AJ Foyt Racing Honda + 4 voltas
19. #98 Jack Hawksworth Bryan Herta Autosport Honda + 5 voltas

Abandonos:

#67 Josef Newgarden Sarah Fisher Hartman Racing Honda + 34 voltas
#20 Mike Conway Ed Carpenter Racing Chevrolet + 56 voltas
#77 Simon Pagenaud Schmidt Peterson Motorsports Honda + 66 voltas

Volta mais rápida:

Graham Rahal Rahal Letterman Lanigan Racing Honda 1:17.6399s 108.965mph na volta  69

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *