IndyCar: “A Fórmula Indy veio para ficar em São Paulo”, diz Gilberto Kassab

Prefeito de São Paulo anuncia as novidades da prova em coletiva realizada na manhã desta quinta-feira (28) no Anhembi; vice-presidentes da Band e autoridades explicam como será o final de semana da corrida

A três dias da segunda edição da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé, autoridades da Prefeitura de São Paulo e da organização da prova concederam na manhã desta quinta-feira (28) uma entrevista coletiva no Circuito Anhembi, em São Paulo, para anunciar as novidades da corrida. Estiveram presentes o prefeito da cidade de São Paulo, Gilberto Kassab; os vice-presidentes da Band, Marcelo Meira e Frederico Nogueira; o presidente da SPTuris, Caio Luiz de Carvalho; o secretário municipal de Transportes e presidente da CET, Marcelo Branco; o secretário municipal de Coordenação das Subprefeituras, Ronaldo Camargo; o secretário municipal de Infraestrutura Urbana e Obras, Elton Santa Fé Zacarias; o diretor de operações da Indy, Bill Van de Sandt; o diretor de operações da CET, Eduardo Macabelli; o médico e responsável pela Amil Resgate e Saúde, Francisco Souto.

Sede da segunda edição da prova, a cidade de São Paulo investiu cerca de R$ 15 milhões, entre recapeamento, correções de drenagem, e montagem e desmontagem das estruturas de arquibancadas. O prefeito Gilberto Kassab elogiou as obras e acredita em mais um grande espetáculo para o público. “Tenho certeza que a Fórmula Indy veio para ficar em São Paulo. A parceria envolvendo Band, Indy e Prefeitura de São Paulo tem dado muito certo e a prova do ano passado foi o maior exemplo disso. É importante que se diga que São Paulo arrecada cerca de R$ 80 milhões com o evento em movimentação de rede hoteleira, alimentação e serviços gerais. Portanto, o lucro é enorme”, disse Kassab. “Para este ano, os recursos investidos pela Prefeitura foram menores, já que aproveitamos parte da estrutura do ano passado. E, no próximo ano, vai ser menor ainda. A cada ano, vamos aprendendo com o evento e vamos diminuir cada vez mais os gastos com a prova”, completou.

O presidente da SPTuris, Caio Luiz de Carvalho, exemplificou com números o que a Fórmula Indy representa para a cidade. “São Paulo é uma cidade que envolve o tripé formado por negócios/eventos/cultura. Recebemos atualmente de 25 a 30 eventos grandes por ano e, sem dúvida, a Fórmula Indy é um deles. Os indicadores econômicos da ONU mostram que para cada real gasto com obras de infra-estrutura no circuito, seis reais voltam para a cidade em movimentações indiretas”, explicou Carvalho. “No ano passado, cada torcedor brasileiro gastou em média R$ 1.850,00 em quase três dias de evento. O torcedor internacional deixou cerca de R$ 2 mil. Isso sem falar na exposição mundial que a prova deu para a cidade, com a exibição para o mundo inteiro”, continuou.

Os vice-presidentes da Band, Marcelo Meira e Frederico Nogueira, explicaram como será a transmissão da corrida. “Temos uma equipe numerosa para trabalhar no final de semana. Estamos com mais de 230 profissionais, quatro unidades móveis, sendo que uma é de tecnologia HD (High Definition), com 40 câmeras que levarão para o público todos os detalhes da corrida. Ficaremos das 7h30 às 16 horas com a transmissão, ou seja, será uma cobertura jornalística completa”, afirmou Meira. Outro detalhe também: “Fechamos um acordo com a Fórmula Indy que garante o primeiro domingo do mês de maio para a prova de São Paulo. Nossa etapa será a última antes das 500 Milhas de Indianápolis, o que significa mais visibilidade para a corrida, já que será o último treino para pilotos e equipes antes da corrida mais tradicional do mundo”, afirmou Nogueira.

Já o vice-presidente da Fórmula Indy, Bill Van de Sandt, agradeceu a Prefeitura da cidade pela realização da corrida e destacou as características do traçado, que proporciona uma boa corrida. “No ano passado tivemos uma corrida bastante interessante, já que a pista oferece bons pontos de ultrapassagens. Tem curvas de todos os tipos e duas longas retas, e esperamos mais uma vez uma ótima corrida”, explicou.

A segunda edição da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé acontecerá no dia 1º de maio, com largada às 13 horas.

Confira o cronograma de atividades de pista na Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé:

SÁBADO (30 de abril)
07h15 às 08h15 – Treino livre GT Brasil
08h30 às 09h45 – Treino livre São Paulo Indy 300
10h05 às 10h35 – Treino livre GT Brasil
12h00 às 13h00 – Treino livre São Paulo Indy 300
13h15 às 13h45 – Classificação corrida 1 GT Brasil
15h00 às 16h15 – Classificação São Paulo Indy 300
16h30 às 17h40 – Corrida 1 GT Brasil

DOMINGO (1º de maio)
07h45 às 08h15 – Classificação corrida 2 GT Brasil
08h30 às 09h00 – Warm up São Paulo Indy 300
10h45 às 11h55 – Corrida 2 GT Brasil
13h00 às 15h35 – Corrida São Paulo Indy 300 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *