IndyCar: Antes do Pole Day, Scott Dixon faz o melhor tempo e Kanaan é o mais rápido dos brasileiros

Nesta sexta-feira (9), o último dia dos treinos livres antes do “Pole Day”, que vai definir os 11º lugares no grid de largada para a 92ª edição das 500 Milhas de Indianápolis, o piloto neozelandês Scott Dixon (Target Chip Ganassi) foi o mais rápido com o tempo de 39s6531, seguido do piloto americano Marco Andretti e o do brasileiro Tony Kannan ambos da equipe Andretti Green.

O piloto baiano, parte para a sua sétima 500 Milhas de Indianápolis e já começou a sexta-feira bem, na terceira volta fez o seu melhor tempo de 39s7022.  Ele ficou muito satisfeito com o desempenho do seu carro, mas queria ter ficado mais tempo na pista e devido ao mau tempo da cidade, os treinos tiveram que ser encerrados antes do previsto. “No balanço geral, tivemos dois excelentes dias durante essa semana e me sinto muito bem com o nosso carro. Agora, a expectativa é grande para garantirmos a nossa posição no “Pole Day” amanhã, e a partir de domingo só pensarmos na corrida.” Afirmou Kanaan.


O piloto de Brasília, Vitor Meira (Delphi/National Guard), conseguiu o sétimo melhor tempo de 40s0336 e está confiante com seu carro. Segundo Meira, “O carro está muito bem e a equipe também muito bem. Vamos lá, amanhã é o dia da classificação e nós temos uma grande chance neste primeiro dia.”


O bi-campeão das 500 Milhas, Hélio Castroneves, da equipe Penske, ficou com o 11º tempo, virando em 40s1757. A estratégia da equipe foi andar bastante e principalmente realizando os tempos sem pegar vácuo. “Eu preferi andar sozinho, para ter certeza do meu tempo real e eu acho que vai ser apertado amanhã, não há dúvida.” Disse Castroneves.


O mineiro Bruno Junqueira (Dale Coyne), que fechou esta sexta-feira com a 25ª posicão com o tempo de 40s7382 está otimista com a melhora de velocidade do carro. Hoje sua equipe começou a tirar pressão aerodinâmica para o carro ganhar velocidade, mas a chuva voltou a cair no autódromo interrompendo os treinos. De acordo com o piloto, “O nosso carro está cerca de três milhas mais lento que os ponteiros. Trabalhando um pouco mais conseguiremos classificar entre os 22.”


Mário Moraes, companheiro de equipe de Bruno Junqueira na Dale Coyne, ficou com o 30º tempo de 41s2290 considerou que o treino foi produtivo até a chuva interromper os trabalhos. “Nós trabalhamos no acerto de corrida e não nos preocupamos muito com velocidade. Quando estávamos preparando o acerto de classificação começou a chover e voltamos para a garagem.”


O piloto de Curitiba, Enrique Bernoldi (Conquest) deu somente seis voltas nesta sexta-feira, ficando com a 33ª posição dentre os que treinaram hoje, pois teve problemas com o freio do seu carro novo. “Fomos tarde para a pista e logo que saímos meu engenheiro detectou que o disco de freio de uma das rodas traseiras estava com problemas, não deixando o carro subir de velocidade. Espero poder andar um pouco mais amanhã.” Afirmou Bernoldi


O “Pole Day” acontece amanhã, às 12h (13h do horário de Brasília). A 92ª prova das 500 Milhas de Indianápolis será realizada no dia 25 de maio, no Autódromo de Indianápolis.


 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *