IndyCar: Bia Figueiredo opera punho fraturado na corrida da Indy

Nesta terça-feira, Ana Beatriz Figueiredo, pilota da Ipiranga Dreyer e Reinbold Racing na Fórmula Indy, será submetida a uma cirurgia no punho direito em Indianápolis, onde reside durante a temporada de automobilismo, no hospital Indiana Hand to Schoulder Center.

No último domingo, ela fraturou o escafóide, osso do punho, ao colidir seu carro azul e amarelo com o carro de Graham Rahal, na quarta volta do Honda Grand Prix of Saint Petersburg, uma corrida de 100 voltas de 2.897 metros pelas ruas da região de Tampa Bay, na Flórida.

 

“Minha mão começou a doer na hora do incidente, mas eu só estava focada em terminar a corrida. Estou em um ano de aprendizado e este era o meu objetivo. Eu realmente queria muito ir até o fim. E fiquei muito feliz em acabar em 14º lugar, mesmo com meu carro com a suspensão dianteira entortada por causa da batida e com muita dor. Só depois descobri que era uma fratura”, diz Bia Figueiredo.

 

A brasileira largou da 19ª posição e terminou a corrida em 14º lugar nesta primeira etapa do campeonato da Indy, que pela primeira vez disputará integralmente, na categoria rookie (estreante).

 

Esta foi a segunda vez da pilota em um circuito de rua com um carro da Indy. Depois de estrear na categoria na São Paulo Indy 300 2010, no circuito Anhembi, ela fez três provas da Indy em circuitos ovais, no ano passado, incluindo as 500 Milhas de Indianápolis.

 

A fratura do escafóide é comum entre pilotos, inclusive Justin Wilson, companheiro de equipe de Bia, já fraturou um punho anteriormente. Aliás, nesta corrida de Saint Pete ele fraturou outro. Sem cirurgia, a recuperação de Ana Beatriz poderia se estender por 90 dias. Com a implantação de um pino no osso, esse período deve se resumir a duas ou três semanas. 

A segunda etapa do campeonato da Indy será disputada em 10 de abril, em menos de suas semanas, no circuito misto Barber Motorsports Park, em Birmingham, no Alabama. “É mais um desafio. Estou completamente focada em me recuperar para correr em Barber”, conclui a pilota da Ipiranga Racing.

Bia Figueiredo

Única brasileira em uma categoria top do automobilismo internacional e única brasileira a correr nas 500 Milhas de Indianápolis, Bia Figueiredo é a única mulher a vencer na Fórmula Renault, três vezes, em 2005; a primeira mulher a vencer na Indy Lights, duas vezes, em 2008 e 2009; e a única mulher a competir e vencer no Desafio das Estrelas, torneio de kart organizado por Felipe Massa, em 2010. Depois de disputar quatro corridas da Indy no ano passado, nesta temporada ela disputará todo o campeonato da categoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *