IndyCar: Carlos Huertas vence em Houston

O colombiano Carlos Huertas (Dale Coyne) venceu a primeira prova em Houston, seguido pelos compatriotas Juan Pablo Montoya (Penske) e Carlos Muñoz (Andretti Autosport).

Devido a uma forte chuva, a prova começou com uma hora de atraso. Pole-position, o francês Simon Pagenaud (Schmidt Peterson Motorsports) liderou as quatro primeiras voltas, até ser superado pelo japonês Takuma Sato (A.J.Foyt).

O japonês liderou até 26ª volta, quando foi para os boxes, para troca de pneus e reabastecimento. Deixando primeiro o canadense James Hinchcliffe (Andretti Autosport), e depois o britânico Justin Wilson (Dale Coyne) na liderança.

A primeira bandeira amarela aconteceu na 29ª volta, após o toque do britânico Mike Conway (Ed Carpenter Racing) no muro da curva três. Logo após a relargada, o russo Mikhail Aleshin (Schmidt Peterson Motorsports) acertou Sato, com os dois abandonando.    

Hinchcliffe assumiu o controle da prova, que com pista molhada, provocava mais acidentes, e bandeiras amarelas. Fazendo a sua primeira prova no ano, o italiano Luca Filippi (Rahal Letterman Lanigan Racing Honda) bateu na reta oposta na 36ª volta.

O neozelandês Scott Dixon e o norte-americano Charlie Kimball, parceiros na Chip Ganassi, e Pagenaud, se enroscaram na curva 9, provocando a quarta amarela, na 48ª  volta. Apenas o francês continuou na prova, mas sem chances de um bom resultado.

Líder do campeonato, o australiano Will Power (Penske), escorregou na curva nove, na 58ª volta, e acionou a quinta amarela. Power voltou a prova.

Com os líderes entrando nos boxes, para mais uma rodada de pit stops; vários pilotos decidiram permanecer na pista, apostando na economia de combustível.

Wilson assumiu a ponta, seguido pela legião colombiana: Huertas, Montoya, Muñoz e Sebastian Saavedra (KV Racing). O brasileiro Tony Kanaan (Chip Ganassi), que havia alinhado em penúltimo, o norte-americano Graham Rahal (Rahal Letterman Lanigan Racing) e o australiano Ryan Bricoe (Chip Ganassi), também não pararam nos pits, e entraram no grupo dos líderes.

Com um período sem amarelas, a dupla da Dale Coyne liderava, com Montoya em terceiro. Faltando sete voltas para o final, Wilson teve que ir para os boxes, reabastecer.

Huertas assumiu a liderança. E com a prova terminando no tempo limite, acabou contando com dois incidentes nas voltas finais, para economizar combustível, e vencer pela primeira vez.

Primeiro Briscoe tocou em Saavedra na curva cinco, provocando a sexta amarela. Durante a amarela, Rahal cometeu um erro, acelerou antes e acertou em cheio a traseira de Kanaan, que com o carro danificado, foi para os boxes.

Com isso, a prova terminou em bandeira amarela. Para festa da Colômbia, que poucas horas antes havia derrotado o Uruguai na Copa do Mundo de Futebol, no Brasil, e garantido vaga nas quartas de final, e agora tinha três pilotos no pódio.

O francês Sébastien Bourdais (KV Racing) terminou em quarto, seguido por Hinchcliffe (que liderou o maior número de voltas, 32) e o britânico Jack Hawksworth (Bryan Herta Autosport).

O norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport), o norte-americano Marco Andretti (Andretti Autosport), o brasileiro Hélio Castroneves (Penske) e Wilson, completaram os dez primeiros. Castroneves alinhou em segundo, e andava entre os primeiros, até o último pit stop.

Final:

1. #18 Carlos Huertas Dale Coyne Racing Honda 80 voltas em 1h51m25s5649
2. #2 Juan Pablo Montoya Team Penske Chevrolet + 0.0975
3. #34 Carlos Munoz Andretti Autosport – HVM Racing Honda + 2.3433
4. #11 Sebastien Bourdais KVSH Racing Chevrolet + 3.0878
5. #27 James Hinchcliffe Andretti Autosport Honda + 4.7101
6. #98 Jack Hawksworth Bryan Herta Autosport Honda + 5.5127
7. #28 Ryan Hunter-Reay Andretti Autosport Honda + 6.2853
8. #25 Marco Andretti Andretti Autosport Honda + 7.1638
9. #3 Helio Castroneves Team Penske Chevrolet + 8.2181
10. #19 Justin Wilson Dale Coyne Racing Honda + 9.4366
11. #15 Graham Rahal * Rahal Letterman Lanigan Racing Honda + 30.8792
12. #8 Ryan Briscoe * NTT Data Chip Ganassi Racing Chevrolet + 33.2884
13. #10 Tony Kanaan Target Chip Ganassi Racing Chevrolet + 35.0789
14. #12 Will Power Team Penske Chevrolet + 1 volta
15. #17 Sebastian Saavedra KV AFS Racing Chevrolet + 1 volta
16. #77 Simon Pagenaud Schmidt Peterson Motorsports Honda + 6 voltas

Abandonos:
#20 Mike Conway Ed Carpenter Racing Chevrolet + 25 voltas
#83 Charlie Kimball Novo Nordisk Chip Ganassi Racing Chevrolet + 26 voltas
#9 Scott Dixon Target Chip Ganassi Racing Chevrolet + 34 voltas
#67 Josef Newgarden Sarah Fisher Hartman Racing Honda + 39 voltas
#16 Luca Filippi Rahal Letterman Lanigan Racing Honda + 44 voltas
#14 Takuma Sato AJ Foyt Racing Honda + 48 voltas
#7 Mikhail Aleshin Schmidt Peterson Motorsports Honda + 49 voltas

Volta mais rápida:

#77 Simon Pagenaud Schmidt Peterson Motorsports Honda 96.920 mph 1:00.6931s na volta 64

*30 segundos de punição.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *