IndyCar: Com facilidade Will Power vence no Alabama

O australiano Will Power (Penske) venceu neste domingo (10/04), o GP do Alabama, no Barber Motorsport Park, segunda etapa da temporada. O neozelandês Scott Dixon e o escocês Dario Franchitti, parceiros na Chip Ganassi, completaram o pódio.

Pole-position Power dominou, vencendo de ponta a ponta uma prova marcada por muitos acidentes e seis bandeiras amarelas. Dixon assumiu a segunda posição ao superar o australiano Ryan Briscoe (Penske) na primeira rodada de pit stops. No mesmo momento Franchitti passou o espanhol Oriol Servia (Newman/Haas), pelo quarto lugar.

A primeira bandeira amarela foi acionada quando o canadense Alex Tagliani (Sam Schmidt) rodou e ficou parado na pista. Na relargada o venezuelano Ernesto Viso (KV Racing) rodou acertando o canadense James Hinchcliffe (Newman/Haas), provocando outra bandeira.

Na relargada seguinte, na 45ª volta, aconteceu o mais forte acidente do dia, com britânico Mike Conway (Andretti Autosport). Na sequencia o britanico Justin Wilson (Dreyer&Reinbold) e o japonês Takuma Sato (KV Racing) se tocaram, com Sato tendo uma asa quebrada e Wilson um pneu furado.

Briscoe abandonou na 58ª volta, quando foi tocado pelo norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport). Hunter-Reay levou uma punição pela manobra.

A norte-americana Danica Patrick (Andretti-Autosport), com a estratégia de apenas abastecer e não trocar os pneus assumiu a 3ª posição na bandeira provocada pelo abandono de Briscoe. Contudo com uma volta de prova reiniciada a pilota caiu para 6º.

A sexta e última amarela aconteceu devido a um acidente entre Wilson e o brasileiro Raphael Matos (AFS Racing), na 62ª volta. Ambos abandonaram.

Com bandeira verde no restante da prova Power manteve o controle, vencendo com 3s3 de vantagem sobre Dixon. Franchitti foi o 3º.

O norte-americano Marco Andretti (Andretti Autosport) terminou em 4º, seguido por Servia. O brasileiro Tony Kanaan (KV Racing), em uma prova espetacular chegou em 6º lugar após largar da 24ª posição. Na primeira volta o baiano ganhou dez posições.

O brasileiro Helio Castroneves (Penske), que se envolveu em um toque com o japonês Takuma Sato (KV Racing) no começo da prova, e depois saiu da pista para evitar bater no norte-americano Graham Rahal (Chip Ganassi), que se enroscou com o compatriota JR Hildebrand (Panther), que era retardatário, foi o 7º colocado.

Estreando na categoria o francês Simon Pagenaud (Dreyer&Reinbold), substituindo a contundida brasileira Bia Figueiredo, chegou em um ótimo 8º lugar. A suíça Simona de Silvestro (HVM) e o norte-americano Charlie Kimball (Chip Ganassi) completaram os dez primeiros.

Fazendo a sua primeira prova na categoria (em São Petersburgo bateu no treino de aquecimento e não largou), o francês Sébastien Bourdais (Dale Coyne) foi o 11º.

O brasileiro Vitor Meira (A.J.Foyt), que deu uma escapada da pista na última relargada perdendo posições, foi o 12º. Patrick fez uma parada nos boxes nas voltas finais, terminando na 17ª posição.

Power assumiu a liderança do campeonato com 94 pontos, seguido por Franchitti com 87. Kanaan, com 63, é o 3º.

A próxima etapa acontece no domingo (17/04), no Long Beach, no estado da Califórnia.

Final:

1°. Will Power (AUS/Penske), 90 voltas em 2h14min42s9523
2°. Scott Dixon (NZL/Chip Ganassi), a 3s3828
3°. Dario Franchitti (ESC/Chip Ganassi), a 15s5243
4°. Marco Andretti (EUA/Andretti Autosport), a 28s9601
5°. Oriol Servia (ESP/Newman-Haas), a 29s8817
6°. Tony Kanaan (BRA/KV), a 30s3853
7°. Helio Castroneves (BRA/Penske), a 30s7807
8°. Simon Pagenaud (FRA/Dreyer & Reinbold), a 31s2095
9°. Simona de Silvestro (SUI/HVM), a 32s5812
10°. Charlie Kimball (EUA/Ganassi), a 35s0038
11°. Sébastien Bourdais (FRA/Dale Coyne), a 35s9883
12°. Vítor Meira (BRA/AJ Foyt), a 42s6440
13°. J. R. Hildebrand (EUA/Panther), a 44s2950
14°. Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti Autosport), a 1min00s7427
15°. Alex Tagliani (CAN/Sam Schmidt), a 1min10s6879
16°. Takuma Sato (JAP/KV),a 1min12s1719
17°. Danica Patrick (EUA/Andretti Autosport), a 1 volta
18°. Graham Rahal (EUA/Ganassi), a 2 voltas

Abandonos

Justin Wilson (GBR/Dreyer & Reinbold) 62 voltas
Raphael Matos (BRA/AFS) 62
Ryan Briscoe (AUS/Penske) 57
Mike Conway (GBR/ Andretti) 45
EJ Viso (VEN/ KV) 40
James Hinchcliffe (CAN/ Newman/Haas) 40
James Jakes (GBR/Coyne)30
Sebastian Saavedra (COL/Conquest) 27

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *