IndyCar: Danica Patrick aprova reformas no traçado e aposta em boa corrida

Piloto da Andretti afirma que pista está ótima e não descarta transferência para a Nascar

Danica Patrick concedeu uma entrevista coletiva na tarde desta sexta-feira (29) no Circuito Anhembi, palco da segunda edição da Itaipava São Paulo Indy 300 Nestlé. A norte-americana, que está em sua sétima temporada na categoria, se mostrou otimista para a corrida, válida como a quarta etapa do calendário 2011 da Fórmula Indy. Danica caminhou pelo traçado de 4.080 metros e aprovou as reformas realizadas no circuito.

“Está ótimo. Deu para perceber que ficou bem melhor do que no ano passado. O trecho da Reta do Sambódromo, que foi o ponto que causou mais problemas, foi refeito e agora tem mais grip, o que significa que dará mais aderência aos carros. Acho que teremos uma boa corrida. De modo geral, a pista é muito interessante e tem bons pontos de ultrapassagens”, disse a piloto.

Danica falou também sobre Tony Kanaan, com quem dividiu a equipe Andretti até o final do ano passado. A piloto destacou o bom relacionamento com o brasileiro, conhecido como um dos melhores acertadores de carro da Indy. “O Tony é um cara divertido e muito talentoso. Na pista, ele tem um ritmo de corrida impressionante. Ele sabe como fazer ultrapassagens e cansei de vê-lo à minha frente, mesmo largando lá atrás. Porém, nosso time continua competitivo e a vitória de Mike Conway na última etapa demonstra que temos equipamentos muito bem acertados”, afirmou.

Sempre com o nome ligado à Fórmula 1, a piloto descartou qualquer transferência para a categoria mundial. “Não sei por que as pessoas insistem em colocar meu nome em alguma equipe de F-1. Quando tinha 16 anos, era um objetivo profissional, mas depois que voltei para os Estados Unidos desenvolvi a carreira inteira no meu país. Estou perto da família, dos amigos, e de coisas pequenas que fazem a diferença”, explicou.

No entanto, a piloto não descartou uma transferência para a Nascar. Danica disputou algumas etapas na divisão de acesso à categoria principal da stock car americana. “Rumores sempre existem, mas não há nada de concreto”, explicou a piloto, que já está totalmente adaptada aos carros de turismo. “Os carros são bastante distintos, mas em algumas voltas é possível se readaptar às características de cada um. É um campeonato muito interessante e que qualquer piloto gostaria de disputar”, finalizou.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *