IndyCar: Em Milwaukee, Ryan Briscoe vence pela primeira vez

O australiano Ryan Briscoe, da Penske, venceu neste domingo (1º/06), o GP de Milwaukee, 6º etapa da temporada. Foi a sua primeira vitória na categoria. O neozelandês Scott Dixon, da Ganassi, foi o 2º, seguido pelo brasileiro Tony Kanaan, da Andretti-Green.

Logo na primeira volta aconteceu a primeira bandeira amarela, devido a detritos na pista. O espanhol Oriol Servià, da KV, levou um toque, ficou lento na pista, caindo para a última posição. O pole-position, o norte-americano Marco Andretti, da Andretti-Green, manteve a ponta, seguido pelo compatriota Graham Rahal, da Newman-Haas-Lanigan e Dixon.


Na relargada, na 10º volta, Dixon passou Rahal, começando a pressionar Andretti. Apenas trinta voltas depois o neozelandês conseguiu superar o filho de Michael Andretti. Com problemas no carro, Andretti começou a perder posições, caindo para a 8º posição na 57º volta.


Novamente por detritos na pista a bandeira amarela foi acionada na 64º volta. Depois das paradas nos boxes, Dixon liderava, seguido por Castroneves e Rahal. Com a bandeira verde Dixon abriu vantagem para Castroneves. O piloto da Penske começou aos poucos a diminuir a diferença, grudando em Dixon na 110º volta.


Rahal bateu na curva 4, na 130º volta, provocando a terceira amarela. Dixon manteve a liderança, seguido por Castroneves e Briscoe, no recomeço da prova, na 140º volta.


Na 161º volta Briscoe assumiu a segunda posição, ao superar Castroneves. Cinco voltas depois, foi a vez do inglês Dan Wheldon, da Ganassi, ganhar a posição do brasileiro.


Dixon liderava com Briscoe diminuindo a desvantagem volta a volta, até o australiano ultrapassar o líder da temporada, na 176º volta.


Com a prova em bandeira verde, Briscoe parou nos boxes na 194º volta, devolvendo a liderança para Dixon. Nove voltas depois o neozelandês fez a sua parada. Briscoe era líder, com Dixon em 2º, seguido por Wheldon, Kannan e Castroneves.


Muito pressionado por Dixon, Briscoe contou com a sorte, faltando três voltas para o termino da prova. Andretti forçou para cima de Ed Carpenter, da Vision. Os dois norte-americanos rodaram, levantando muito fumaça e bloqueando a pista. Sem visão, o brasileiro Vitor Meira, da Panther, acertou o carro de Andretti, decolando na pista. O japonês Hideki Mutoh, da Andretti-Green, tocou de leve no muro, ao tentar desviar. Ninguém se feriu nos toques.


A bandeira amarela voltou à pista, com a prova terminando assim. Briscoe, que largou na 11º posição, deu a Penske a sua primeira vitória desde o GP do Texas no ano passado. Depois de liderar 147 voltas, Dixon foi o 2º, apenas 0s0487 atrás, com Kannan na 3º posição.


Wheldon foi o 4º, seguido por Castroneves e Servià, que fez uma grande prova depois de cair para último na primeira volta.


Bernoldi, da Conquest, terminou em 16º. Depois de largar em 8º, o brasileiro adotou uma estratégia de parar logo no começo da prova, perdendo muitas posições. Bruno Junqueira, da Dale-Coyne, foi o 18º. Meira, mesmo batendo, foi classificado na 22º posição. Logo a seguir terminaram Mario Moraes, da Dale-Coyne e Jaime Câmara, da Conquest.


Dixon lidera o campeonato com 234 pontos. Castroneves é o vice-líder, somando 206. Wheldon é o 3º com 185. O 4º é Kannan, com 174.


A próxima etapa acontece na noite do próximo sábado, no Texas.


Final:


1.    Ryan Briscoe  Team Penske  225 voltas
2.    Scott Dixon  Chip Ganassi Racing  a  0.0487  
3.    Tony Kanaan  Andretti Green Racing  a  1.8413 
4.    Dan Wheldon  Chip Ganassi Racing  a  2.9314 
5.    Helio Castroneves  Team Penske  a  4.6704 
6.    Oriol Servia  KV Racing Technology  a  14.2217 
7.    Justin Wilson  Newman/Haas/Lanigan Racing  a 1 volta
8.    EJ Viso  HVM Racing  a 1 volta
9.    Danica Patrick  Andretti Green Racing  a 1 volta
10.    Buddy Rice  Dreyer & Reinbold Racing  a 1 volta
11.    Townsend Bell  Dreyer & Reinbold Racing  a 1 volta
12.    Hideki Mutoh  Andretti Green Racing  a 1 volta
13.    Darren Manning  AJ Foyt Enterprises  a 2 voltas
14.    Will Power  KV Racing Technology  a 2 voltas
15.    Ryan Hunter-Reay  Rahal Letterman Racing  a 2 voltas
16.    Enrique Bernoldi  Conquest Racing  a 3 voltas
17.    A.J. Foyt IV  Vision Racing  a 3 voltas
18.    Bruno Junqueira  Dale Coyne Racing  a 3 voltas
19.    John Andretti  Roth Racing  a 3 voltas
20.    Ed Carpenter  Vision Racing  a 4 voltas
21.    Marco Andretti  Andretti Green Racing  a 4 voltas
22.    Vitor Meira  Panther Racing  a 5 voltas
23.    Mario Moraes  Dale Coyne Racing  218  voltas
24.    Jaime Camara  Conquest Racing  218  voltas
25.    Graham Rahal  Newman/Haas/Lanigan Racing  129  voltas
26.    Mario Dominguez  Pacific Coast Motorsports  107  voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *