IndyCar: Família afasta Tony George da direção da IndyCar

O empresário Tony George teve seu afastamento da presidência da IRL (Indy Racing League), empresa que organiza a IndyCar, confirmado nesta quarta-feira por seus familiares. Integrantes do conselho das empresas de George, a pressão de seus entes causou a saída de um dos fundadores da empresa que reestruturou a Fórmula Indy em 1996.

O empresário de 49 anos também deixa a presidência do lendário circuito de Indianápolis, que foi recuperado de crise por seu avô. Seu vínculo com o automobilismo seguirá através da presidência de sua equipe, Vision Racing. Segundo especulações, seu afastamento foi dado por conta de disputa de poder com seus familiares nas empresas.

“Estamos satisfeitos porque ele continuará a ser uma parte importante da Indy Racing League. E nós desejamos todo o sucesso”, disse Mari Hulman George, uma das integrantes do conselho das empresas, ao lado das irmãs de Tony, Josie George e Katherine Nancy George-Conforti, e do advogado Jack Snyder.

Desta forma, o comando do lendário circuito oval ficará nas mãos de Jeff Belskus, que está na empresa desde 1987, enquanto a IRL passará a ser comandada pelos atuais diretores Brian Barnhart, Terry Angstadt, Joie Chitwood e Charlie Morgan.

A confirmação do afastamento de Tony George não gerou polêmica entre outros empresários envolvidos. Roger Penske, dono da equipe homônima, se mostrou confiante quanto ao futuro da categoria e com seus novos comandantes.

“São pessoas boas e capacitadas. Elas representam o interesse da família, estiveram envolvidas antes nas discussões, então não é como se tivéssemos novos personagens em cena, os quais nós não conhecemos”, disse o dirigente, ao jornal Indianapolis Star.

Fonte: Gazeta Esportiva.Net

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *