IndyCar: Helio Castroneves – Declaração sobre Dan Wheldon

“É tão difícil falar nessas horas… Não é concebível a morte de um jovem justamente num esporte que amamos tanto, que é vida, alegria, emoção, depreendimento. Claro que o automobilismo tem seus riscos, mas a morte não faz parte da cartilha do esporte, não pode fazer parte, entende? Não temos controle do nosso destino e muito menos sabedoria para entender o por que das coisas.

O Dan era um cara tão legal, meu Deus, alegre, estava sempre de bom humor. Um cara desses que a gente sente satisfação em conhecer. Ele tinha um filho na idade da Mikaella e outro bebezinho de alguns meses. Então, todos nós estamos arrasados, com o coração apertado. É uma perda enorme, do profissional, do cidadão e do pai de família. Só tenho de orar muito para que sua alma seja recebida com todas as glórias no Reino de Deus e que ampare sua família. Que a gente possa sempre lembrar do Dan como esse cara genial, que todos nós aprendemos a gostar, e vamos sentir muita, mas muita falta, mesmo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *