IndyCar: Jaime Câmara é o 16o no oval de Kentucky

Seu companheiro na Conquest Racing, Enrique Bernoldi, é obrigado a abandonar a disputa.

O piloto Scott Dixon, da Ganassi Racing, conquistou, na noite deste sábado (09), sua sexta vitória na temporada 2008 da Indy Car Series, dando mais um importante passo para a conquista do título. O brasileiro Helio Castroneves, da Penske, ficou com a segunda colocação, seguido por Marco Andretti, da Andretti Green.


Entre os pilotos que disputaram a corrida no oval de Kentucky (EUA), os brasileiros estreantes na categoria Enrique Bernoldi e Jaime Câmara (Sangari), da Conquest Racing, completaram mais uma difícil etapa.


Câmara terminou a disputa na 16a colocação e enfrentou problemas de estabilidade no carro durante toda a prova. “Larguei bem, mas o carro se mostrou muito instável no tráfego e não consegui manter o mesmo ritmo. Optamos por fazer um pit durante a bandeira verde para podermos mexer na asa dianteira, e isso me custou uma volta. Ao voltar para corrida mudei de estratégia e permaneci na pista mais tempo, para tentar recuperar a volta perdida”, explicou o goiano, 23o no campeonato, com 140 pontos.


E concluiu: “A cada pit a equipe fazia ajustes que melhoravam a estabilidade do carro enquanto estava sozinho na pista, mas a dificuldade no tráfego permaneceu. Foi uma corrida muito difícil e cansativa”.


Já Bernoldi enfrentou dificuldades desde o primeiro treino livre, quando o motor de seu carro estourou. “Praticamente não andei no circuito, por isso larguei muito atrás (24o). Fiz uma boa largada, mas logo fui ultrapassado e não consegui acompanhar os meus adversários, mas a corrida servia como experiência”, avaliou o piloto.


O curitibano fazia uma boa prova, mas sofreu novamente com a falta de sorte em virtude de um pneu furado. Com o pneu esvaziando aos poucos, ele estava devagar durante algumas voltas, antes de entrar nos boxes para a troca. De volta à pista, o piloto ficou à frente dos líderes e novamente teve de diminuir o ritmo por algumas voltas, para não causar problemas aos ponteiros e permitir que eles ultrapassassem facilmente.


No entanto, logo em seguida, Bernoldi foi chamado para os boxes pelos comissários de prova, porque seus tempos de volta nessas circunstâncias eram muito baixos. Ele foi obrigado a abandonar, terminando em 22º. “Quando o pneu furou, o carro perdeu rendimento. Mesmo após a troca, os comissários entenderam que eu estava andando muito devagar e representava risco para os outros competidores. Fui obrigado a abandonar”, lamentou o piloto, 20o no certame, com 208 pontos.


A categoria faz uma pausa no próximo fim de semana e volta às pistas no dia 24 de agosto, para a disputa do GP de Sonoma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *