IndyCar: James Hinchcliffe vence em St. Petersburg

O canadense James Hinchcliffe (Andretti) foi o vencedor do GP de St. Petersburg, nos EUA, etapa de abertura da temporada. Foi a primeira vitória de Hinchcliffe na categoria. O brasileiro Helio Castroneves (Penske) e o norte-americano Mario Andretti, parceiro de equipe de Hinchcliffe, completaram os três primeiros.

Hinchcliffe assumiu a ponta ao superar Castroneves na última relargada, na 85ª volta. O brasileiro ainda tentou pressionar o canadense nas voltas seguintes, que abriu uma confortável vantagem nas últimas voltas. No final das 110 voltas, Hinchcliffe recebeu a bandeirada com 1s0982 de vantagem sobre Castroneves.

Foi a primeira vitória de um canadense desde Paul Tracy, em Cleveland em 2007.

Andretti passou o brasileiro Tony Kanaan (KV Racing) nas voltas finais, pelo quarto lugar. Na última volta, a suíço Simona deSilvestro (KV Racing), que vinha em terceiro economizando combustível, perdeu a freada, com Andretti ficando com a última vaga no pódio ao superar a suíça na primeira curva.

Kanaan foi o quarto, seguido pelo neozelandês Scott Dixon (Ganassi) que superou de Silvestro na linha de chegada. O venezuelano E.J.Viso (Andretti), o japonês Takuma Sato (Foyt), o britânico Justin Wilson (Coyne) e o canadense Alex Tagliani (Herta), completaram os dez primeiros.

Pole-position, o australiano Will Power (Penske) liderou as 26 primeiras voltas, até ser superado por Castroneves em uma relargada. Depois o australiano perdeu rendimento e posições, e acabou sendo literalmente atropelado pelo norte-americano J.R.Hildebrand (Panther), durante uma bandeira amarela, tendo um pneu traseiro furado. Mais tarde ele perdeu o controle do carro, e acertou o muro de proteção. Terminou na 16ª posição.

A brasileira Bia Figueiredo (Coyne) se envolveu na primeira confusão da prova, após a relargada da primeira amarela. Vários carros se enroscaram e rodaram. Na 55ª volta, com o carburador furado, Figueiredo abandonou.

Atual campeão, o norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti) não fez uma boa prova. Sem nunca andar entre os primeiros, Hunter-Reay abandonou na 79ª volta, com problemas mecânicos.

Além de Power, Castroneves e Hinchcliffe, a prova teve apenas mais um líder: o espanhol Oriol Servià (D&R) em outra janela de paradas, Servia liderou na metade da prova, até entrar nos boxes, e perder muito tempo quando o carro ficou parado após deixar os pits.

A primeira bandeira amarela da prova foi provocada pela batida do escocês Dario Franchitti, na 10ª volta.

Power fez a melhor volta da prova, 1m02s7279 (103.303 mph) na terceira volta.

Power liderou da volta 1 a 26, Castroneves, da 27 a 45, Servià, da 46 a 61, Castroneves, da 62 a 84, e Hinchcliffe da 85 a 110.

Foram quatro bandeiras amarelas, por 29 voltas. A primeira na 20ª volta, após a batida de Franchitti na curva oito. Na 28ª volta, com o contato entre Hildebrand e o colombiano Sebastian Saavedra (Dragon) na curva dez, a terceira na 45ª volta, por detritos. Saavedra provocou a quarta, ao bater na curva seis.

A próxima etapa acontece no dia 07 de abril, no Alabama. 

Final:

1. James Hinchcliffe (CAN/Andretti-Chevrolet), 110 voltas
2. Helio Castroneves (BRA/Penske-Chevrolet), a 1s0982
3. Marco Andretti (EUA/Andretti-Chevrolet), a 16s3664
4. Tony Kanaan (BRA/KV-Chevrolet), a 19s6083
5. Scott Dixon (NZL/Ganassi-Honda), a 20s7627
6. Simona de Silvestro (SUI/KV-Chevrolet), a 20s7890
7. EJ Viso (VEN/Andretti-Chevrolet), a 20s8229
8. Takuma Sato (JAP/Foyt-Honda), a 21s1878
9. Justin Wilson (ING/Dale Coyne-Honda), a 21s6832
10. Alex Tagliani (CAN/BHA-Honda), a 22s5569
11. Sebastien Bourdais (FRA/Dragon-Chevrolet), a 22s7354
12. Charlie Kimball (EUA/Ganassi-Honda), a 24s5429
13. Graham Rahal (EUA/RLL-Honda), a 37s5324
14. Ed Carpenter (EUA/ECR-Chevrolet), a 45s2054
15. James Jakes (ING/RLL-Honda), a 45s7793
16. Will Power (AUS/Penske-Chevrolet), a 3 voltas
17. Oriol Servià (ESP/Panther DRR-Chevrolet), a 6 voltas

Não completaram:
Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti-Chevrolet), 79 voltas/mecânico
JR Hildebrand (EUA/Panther-Chevrolet), 78/acidente
Sebastian Saavedra (COL/Dragon-Chevrolet), 72/acidente
Tristan Vautier (FRA/Schmidt-Honda), 69/mecânico
Bia Figueiredo (BRA/Dale Coyne-Honda), 55/acidente
Josef Newgarden (EUA/SFH-Honda), 50/acidente
Dario Franchitti (ESC/Ganassi-Honda), 18/acidente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *