IndyCar: O Carburation Day de Ana Beatriz

Treinar pit stop, andar de tanque cheio e preparar pneus para a corrida. Isso foi o que fez Ana Beatriz Figueiredo (Ipiranga /FlowGuard Gold /Monange /Bardahl) no treino de uma hora do Carburation Day da 94ª edição da Indy 500, a 500 Milhas de Indianápolis, o último antes da corrida que será disputada neste domingo, 30 de maio.

“Fiz três saídas bastante longas para me acostumar a andar com o tanque cheio de combustível. E passei seis jogos de pneus. É preciso tirar a cera deles, para não escorregarem na primeira volta na corrida”, explica a pilota brasileira do carro 25 da Ipiranga Dreyer & Reinbold Racing.

Estreante na Fórmula Indy, fazendo sua primeira corrida em circuito oval, Bia Figueiredo, como é conhecida no Brasil, não tem prática de pit stop, e empenhou-se em ir nove vezes ao pit para começar a ganhar alguma intimidade com esse item muito importante em uma prova longa como a Indy 500. São 805 quilômetros percorridos em 200 voltas pelas duas milhas e meia do circuito oval do Indianapolis Motor Speedway.

Bia está confiante para a corrida. Largará da 21ª posição do disputado grid de 33 lugares, na condição de melhor estreante e melhor mulher. “O meu objetivo é chegar ao fim da prova”, afirma a primeira brasileira a correr em uma categoria top do automobilismo internacional e a disputar a Indy 500, acorrida mais tradicional do planeta.

Agora, os pilotos só voltarão à pista na tarde deste sábado para o Festival Parade, em que percorrem o circuito guiando carros conversíveis e acenando para o público. Depois, só na corrida, diante de um público de 500 mil pessoas, a partir das 14 horas do próximo domingo, exibida ao vivo no Brasil pela Rede Bandeirantes de Televisão no Brasil e em mais de 292 milhões de domicílios em 213 países.

Perfil

Pilota de competição desde os oito anos de idade, a paulistana Ana Beatriz Figueiredo, 25 anos, é a primeira brasileira a correr em uma categoria top do automobilismo internacional.

Foi a melhor estreante da São Paulo Indy 300, sua primeira corrida na Fórmula Indy, em março passado, no circuito de rua do Anhembi.

A 500 Milhas de Indianápolis será sua primeira corrida acelerando o carro de 650 cavalos da Indy em um circuito oval.

É a única mulher do mundo a vencer na Fórmula Renault, três vezes, em 2005, e na Indy Lights, duas vezes, em 2008 e 2009.

É a melhor estreante e a mulher melhor posicionada no grid da 94ª edição da Indy 500 , largando da 21ª de 33 posições disputadíssimas para a corrida de 805 quilômetros em 200 voltas pelas duas milhas e meia do circuito oval do Indianápolis Motor Speedway que será realizada em 30 de maio de 2010.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *