IndyCar: Pizzonia considera positiva estreia da Indy em São Paulo

Piloto da Stock Car e da Superleague Formula acompanhou os dois dias da SP Indy 300 no Anhembi.

O amazonense Antonio Pizzonia acompanhou neste final de semana a etapa de abertura da Indy Car Series, realizada no circuito de rua do Anhembi, e considerou positiva a estreia da categoria em São Paulo. Apesar dos problemas na pista, que provocaram o adiamento do classificatório para o domingo, e da forte chuva que chegou a interromper a prova, o balanço final foi positivo.
“Acho que é um grande passo para o Brasil realizar um evento desta grandeza nas ruas de São Paulo. É natural que no primeiro ano aconteçam problemas, até mesmo pelo curto período que a organização teve para montar tudo. Com certeza, os problemas servirão como experiência para o ano que vem e a estrutura será ainda melhor”, comentou o amazonense, que corre na Stock Car pela equipe Hot Car Competições (Agecom/Bardahl) e defende o Corinthians na Superleague Formula.
“Fiquei feliz com o pódio do Vitor Meira e gostaria de parabeniza-lo. Mas foi uma pena o Tony (Kanaan) ter sofrido um toque, porque na minha opinião ele tinha tudo para vencer essa corrida”, continuou Pizzonia, lembrando que Kanaan andou sempre entre os mais rápidos nos treinos e foi o melhor brasileiro no grid, partindo da sexta colocação. Após o toque, o piloto perdeu posições e terminou em décimo.
A vitória na etapa paulista ficou com o australiano Will Power, seguido pelo norte-americano Ryan Hunter-Reay. Meira completou o pódio em terceiro.
“No geral, acho que o evento foi muito positivo para o automobilismo e para os pilotos brasileiros também”, finalizou Pizzonia, que passa a se preparar agora para a temporada da Stock, que começa dia 28, em Interlagos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *