IndyCar: Prova da Indy já sai 66,6% mais cara

Gilberto Kassab, prefeito de São Paulo, diz que aumento de R$ 8 milhões refere-se a infraestrutura.

Dois dias antes do início dos treinos livres para a etapa de São Paulo da IndyCar, a Prefeitura anunciou um aumento de R$ 8 milhões em relação ao valor divulgado à época da confirmação da realização da prova, que era de “apenas” R$ 12 milhões.

Segundo o prefeito Gilberto Kassab (DEM) os novos gastos são referentes à parte de infraestrutura, como compra de guardrails, blocos de concreto, alambrados e manutenção da pista.

Em entrevista coletiva, Kassab afirmou que os R$ 8 milhões foram obtidos por meio de convênio já existente com a Dersa, empresa responsável pelas obras na Marginal Tietê.

– O convênio nos permitia, do ponto de vista administrativo, fazermos as obras necessárias para a pista – afirmou o prefeito.

Kassab garantiu também que para o ano que vem este valor de R$ 8 milhões referentes à manutenção será diminuído para R$ 6 milhões, pois todo o material para a construção do circuito seguirá com a prefeitura.

– Até por isso o circuito seguirá aqui nos próximos anos. Vamos otimizar os recursos, pois a estrutura estará pronta – disse Kassab.

O prefeito fez questão de relembrar ainda que São Paulo tem uma estimativa de arrecadar R$ 120 milhões na semana da corrida.

Fonte: Lancenet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *