IndyCar: Ryan Hunter-Reay vence em Milwaukee. Tony Kanaan é 2º

O norte-americano Ryan Hunter-Reay (Andretti Autosport) venceu na tarde deste sábado (16/06), o GP de Milwaukke, 8ª etapa da temporada. Foi a 6ª vitória de Hunter-Reay na categoria, e primeira no ano. O brasileiro Tony Kanaan (KV Racing) e o canadense James Hinchcliffe (Andretti Autosport) completaram o pódio.

 


Devido a chuva, a largada da prova foi adiada em cerca de uma hora e meia. Pole-position o escocês Dario Franchitti (Ganassi) manteve a ponta na largada, seguido por Hunter-Reay, e os brasileiros Helio Castroneves (Penske), Rubens Barrichello (KV Racing) e Kanaan.


No oval, de apenas uma milha, e praticamente sem inclinação nas curvas, os pilotos usavam uma configuração parecida a de um circuito misto de alta velocidade. Com isso as trocas de posições não eram frequentes.


Após sessenta voltas em bandeira verde, os pilotos começaram a entrar nos pits, para a primeira troca de pneus e reabastecimento. Na 67ª volta, pouco depois de Franchitti entrar nos boxes, a primeira bandeira amarela foi agitada. A suíça Simona de Silvestro (HVM) bateu na saída da curva quatro.


A relargada aconteceu na 80ª volta, com o venezuelano Ernesto Viso (KV Racing) em primeiro, seguido por Barrichello, Hunter-Reay e Franchitti. Na 95ª volta o motor Chevrolet do inglês Justin Wilson (Dale Coyne) estourou. Segunda amarela.


Vários carros, entre eles o do líder Viso, foram para os boxes, com Castroneves assumindo a liderança. A relargada aconteceu na 103ª volta. Cinco voltas depois o japonês Takuma Sato (Rahal-Leterman) e o inglês James Jakes (Dale Coyne) se tocaram nacurva dois e foram para o muro. Duas curvas a frente o norte-americano J.R.Hildebrand (Panther), com o motor estourado, abandonava.


Com Castroneves na ponta, a bandeira verde foi agitada na 123ª volta. Na volta seguinte, o neozelandês Scott Dixon (Ganassi) levou um drive-through por ultrapassar em bandeira amarela.


Precisando economizar combustível (na estratégia de apenas mais uma parada), o tri-campeão das 500 Milhas de Indianápolis foi superado por Hunter-Reay na 142ª volta.  Castroneves perdeu mais posições, até fazer a sua parada na 155ª volta.


Com umidade na curva três, a quarta bandeira amarela foi agitada, na 182ª volta. Dez voltas depois a prova recomeçou, com Hunter-Reay em primeiro. Na 195ª volta Franchitti acertou o muro da curva três, provocando a última amarela. Na relargada, Franchitti e o australiano Ryan Briscoe (Penske) haviam tocado rodas, com a Ganassi suspeitando que a quebra de suspensão provocou o acidente do escocês.



Faltando 25 voltas para o final a prova recomeçou. Hunter-Reay manteve o controle até o final, recebendo a bandeirada com cinco segundos de vantagem sobre Kanaan.


“Que corrida! O script foi perfeito”, comemorou Hunter-Reay, que venceu em Milwalkee em 2004, ainda pela CART. “Foi uma das corridas mais fisicamente exigentes que já fiz na vida. Estive sempre no limite, sempre bastante ocupado dentro do carro”, finalizou.


Hinchcliffe superou Viso e o espanhol Oriol Servià (DRR-Panther) nas voltas finais, garantindo um lugar no pódio.


Servià foi o 4º (após largar em 20º), seguido por Viso e Castroneves. O canadense Alex Tagliani (Barracuda), os norte-americanos Ed Carpenter (Ed Carpenter Racing) e Graham Rahal (Ganassi) e Barrichello, completaram os dez primeiros.


Líder do campeonato, o australiano Will Power (Penske) terminou em 12º.


Hunter-Reay liderou 84 voltas (142-225), Franchitti 63 (1-63), Castroneves 50 (64-68,97-141), Viso 27 (70-96) e Hinchcliffe 1 (69).


Hunter-Reay fez a melhor volta da prova: 22s9388 (159.293 mph) na 205ª volta.


Power soma 274 pontos no campeonato. Hinchcliffe é o 2º com 243, seguido por Dixon com 239 e Hunter-Reay com 233. Castroneves é o 5º com 231. Kanaan com 200 é o 8º e Barrichello, com 138 o 16º.


No próximo sábado (23) começa a segunda metade da temporada da Fórmula Indy, no oval de Iowa, em prova de 250 milhas.
 


Final:


1-) Ryan Hunter-Reay (EUA/Andretti-Chevrolet) – 225 voltas
2-) Tony Kanaan (BRA/ KV Racing-Chevrolet) – a 5s1029
3-) James Hinchcliffe (CAN/Andretti-Chevrolet) – a 7s2715
4-) Oriol Servia (ESP/DRR-Panther-Chevrolet) – a 9s8940
5-) EJ Viso (VEN/KV Racing-Chevrolet) – 10s0782
6-) Helio Castroneves (BRA/Penske-Chevrolet) – a 12s1105
7-) Alex Tagliani (CAN/Barracuda-Honda) – a 12s3440
😎 Ed Carpenter (EUA/Carpenter-Chevrolet) – a 12s7376
9-) Graham Rahal (EUA/Ganassi-Honda) – a 13s3395
10-) Rubens Barrichello (BRA/KV Racing-Chevrolet) – a 13s8178
11-) Scott Dixon (NZL/Ganassi-Honda) – a 14s3764
12-) Will Power (AUS/Penske-Chevrolet) – a 24s2642
13-) Simon Pagenaud (FRA/Schmidt-Hamilton-Honda) – a 1 volta
14-) Ryan Briscoe (AUS/Penske-Chevrolet) – a 1 volta
15-) Marco Andretti (EUA/Andretti-Chevrolet) – a 1 volta
16-) Mike Conway (ING/AJ Foyt-Honda) – a 1 volta
17-) Charlie Kimball (EUA/Ganassi-Honda) – a 1 volta
18-) Katherine Legge (ING/Dragon-Chevrolet) – a 5 voltas
19-) Dario Franchitti (ESC/Ganassi-Honda) – a 32 voltas
20-) Takuma Sato (JAP/Rahal-Leterman-Honda) – a 118 voltas
21-) James Jakes (ING/Dale Coyne-Honda) – a 119 voltas
22-) JR Hildebrand (EUA/Panther-Chevrolet) – a 120 voltas
23-) Justin Wilson (ING/Dale Coyne-Honda) – a 132 voltas
24-) Simona de Silvestro (SUI/HVM-Lotus) – a 163 voltas
25-) Josef Newgarden (EUA/Fisher-Hartman-Honda) – a 177 voltas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *