IndyCar: Scott Dixon vence em Watkins Glen

O neozelandês Scott dixon (Chip Ganassi Racing) venceu neste domingo (04/09), o GP da Watkins Glen, no Watkins Glen International, penúltima etapa da temporada. O norte-americano Josef Newgarden (Ed Carpenter Racing) e o brasileiro Hélio Castroneves (Team Penske) completaram o pódio.

Pole-position, Dixon dominou a prova, liderando 50 das 60 voltas disputadas. Economizando o máximo de combustível possível nas voltas finais (fez o último pit stop na 41ª volta), Dixon venceu com 16s5 de vantagem sobre Newgarden. O piloto da ECR Racing assumiu a segunda posição após o canadense James Hinchcliffe (Schmidt Peterson Motorsports) ficar sem combustível na volta final.

Castroneves, que teve que fazer um splash and go na 58ª volta, terminou em terceiro, ao superar o norte-americano Conor Daly (Dale Coyne Racing), que também teve pane seca. Daly conseguiu completar em quarto.

O francês Sébastien Bourdais (KVSH Racing) terminou em quinto. O norte-americano Charlie Kimball (Chip Ganassi Racing), o líder do campeonato o francês Simon Pagenaud, os norte-americanos Alexander Rossi (Andretti Autosport) e RC Enerson (Dale Coyne Racing) e o britânico Max Chilton (Chip Ganassi Racing) fecharam os dez primeiros.

O brasileiro Tony Kanaan (Chip Ganassi Racing) teve problemas em seu carro, sendo apenas o 19º colocado. Kanaan marcou a melhor volta da prova, 83s9436 (144,526 ph), na 46ª volta.

A prova teve três bandeiras amarelas. A primeira foi acionada na 15ª volta depois do russo Mikhail Aleshin (Schmidt Peterson Motorsports) ter um pneu furado e rodar, acertando o muro.

Na 20ª volta, Kimball e o norte-americano Graham Rahal (Rahal Letterman Lanigan) se tocaram. Com o vencedor da prova do Texas abandonando no muro da curva um.

Na 39ª volta Kimball voltou a se envolver em um toque.  Na saída da curva quatro, Kimball tocou na traseira do australiano Will Power (Team Penske) que foi direto no muro. O abandono complicou as chances de Power no campeonato.

Pagenaud lidera o campeonato com 555 pontos, seguido por Power com 512. Apenas os dois estão na luta pelo título.

A última etapa, com pontuação dobrada (vencedor leva 100 pontos) acontece no dia 18 de setembro, o GP de Sonoma.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *